Violão

Uma bela música tem preço. A disciplina e o desejo das mãos, que, ao pegar o violão, transformam o movimento das cordas no prazer de uma bela melodia. Senão, viverá da experiência do outro que toca, de quem aprendeu com a dor provocada nos dedos, mas colheu o fruto do esforço.

Assim é a virtude, que se colhe pela dor do aprendizado e o compromisso com mudança. É quando os dedos vão ganhando intimidade com as cordas.

Ser bom pai exige esforço, atitude e perseverança conduzidos pelo amor de Deus em nós. Assim como ser um bom marido, um profissional exemplar, um servo obediente ou mesmo um bom atleta. Belas canções, mas, para não ter o prazer de ouví-las, basta cruzar os braços e ser levado pela inércia ou o vício do conforto.

São os vícios e as virtudes brigando dentro de nós. Que o barulho desordenado termine em música. E que possamos curtir as melodias uns dos outros. 

Abraços!

Um comentário sobre “Violão

  1. Não consigo descrever quão árduo é esse conflito dentro de mim…

    Vícios e virtudes!

    Espero que toda essa barulheira termine em música, amigão.

    Curti bastante o post!

    Bração!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *