VIDA DE PASSARINHO

“Uma vida sem exame não vale a pena ser vivida.” Sócrates

Num vilarejo nordestino, uma conversa despretensiosa com um humilde jangadeiro. Ali na sua jangada ele me ensina muito, com sua vida, com suas palavras que tocam meu coração.

Talvez não saiba, mas ele me fala sobre o amor de Deus:

“- Aqui é bom demais de viver. Temos tudo aqui, só preguiçoso passa fome. Temos o mar, o rio e o mangue. É só ir lá buscar comida. ”

Lembrei me das palavras do Senhor e das Suas promessas. De como Ele é bondoso e despeja beleza nas flores, de como alimenta os pássaros, e de como sustenta nossas vidas. Por amor, por graça, por misericórdia.

Na vida, vivemos dias que jamais pensamos em viver.

Na vida, deixamos de viver dias que sempre desejamos viver.

Às vezes, minha memória revive dias que parecem pesadelos. Mas foram dias vividos, banhados em lágrimas. Dias de muita dor e tristeza.

Às vezes me pego pensando em como seria viver diferente. Mais desapegado, menos competitivo. Viver com menos para de fato viver mais.

Quantos passos mais teremos que dar?

Quantos passos achamos que daremos?

Quantos passos de fato daremos?

A vida é recheada de surpresas. O roteiro imperfeito nos permite escolhas, mas também nos leva ao acaso.

Será mesmo que colhemos tudo que plantamos?

E será que só colhemos o que plantamos?

Se Deus derrama sobre mim Sua misericórdia, pela sua graça, e conduz esse exímio e redundante pecador ao seu Reino eterno, certamente colherei aquilo que não plantei, pois não seria merecedor desta Ceia.

Tenho pensado na vida. Na vida que vivi, na vida que estou cansado de viver, e na vida que desejo viver.

Para onde iriei meu Senhor? E o que farei?

Um amigo me disse que 2 passarinhos descansavam numa árvore e observavam a confusão dos homens.

“- Meu amigo, por que esse povo tanto corre e briga?

– Porque eles não tem o nosso Deus.”  

Cooperador de Cristo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *