Valor(es)

Fogo, ferro, ouro, petróleo. Dinheiro.

É de muito tempo que se atribui demasiado valor a alguma coisa. Chamaram-se riquezas e dominaram o mundo. Tornaram-se sonhos e felicidade. Tristeza, ansiedade e pobreza. Desejo, necessidade e prioridade. E nós as amamos.

De tão especial têm sua raridade. Difíceis de encontrar, delicados, de profundezas. Pra poucos, muito e pra muitos, pouco. Se assim não fosse, não seriam ouro.

E, enquanto olhamos pra de baixo da terra. Esquecemos do bem mais raro: delicados e de profundezas e, mais do que difíceis, impossíveis de encontrar se quer um igual a outro.

Homem. Eu e você. A quem Um encontrou valor e amou.

Por isso vos digo: Não andeis cuidadosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer ou pelo que haveis de beber; nem quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o mantimento, e o corpo mais do que o vestuário?
Olhai para as aves do céu, que nem semeiam, nem segam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta. Não tendes vós muito mais valor do que elas? (Mateus 6:25-26)

Lari

Sobre Lari

Nome: Larissa Martins Mendes. Belo Horizonte, 1992. Hoje, aos 22 anos de idade é estudante de Letras Inglês na Universidade Federal de Minas Gerais & dedica seu tempo trabalhando com o ministério para jovens, Alvo da Mocidade, com o enorme amor que tem por eles e pelo Evangelho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *