Uma história muito louca

A fuga era o único caminho para a sobrevivência. Ele fugia de um rei furioso que o havia jurado de morte. Ao chegar noutra cidade, sua fama havia sido divulgada para o rei daquela cidade. Ele não era, porém, nenhum delinquente. Pelo contrário! Era um excelente guerrilheiro!

“Quando percebeu que o tinham reconhecido, entrou em pânico e ficou com muito medo de Aquis, rei de Gate. Vendo que todos olhavam para ele, fingiu estar louco. Batia com a cabeça e riscava as portas da cidade. Sua boca espumava, porquanto deixava escorrer saliva pela barba.” (I Sm.21:12-13)

O rei Aquis disse aos seus conselheiros: “Não estão vendo que ele está louco? Por que o deixaram entrar? Já tenho loucos suficientes aqui e vocês me trazem mais um? Tirem-no daqui!” (I Sm.21:14) 

O louco mencionado se tornaria o maior rei da história de Israel e seria o modelo de um homem segundo o coração de Deus!

Porque a loucura de Deus sempre será mais sábia do que os homens!

Em meio a tanta loucura, o louco da história não era Davi, mas o rei Aquis!

A grande loucura é chamarmos de louco aqueles que apenas parecem loucos…

Louco isso, né? 

Um grande abraço!!!

 

 

 

Eduardo Victor

Sobre Eduardo Victor

Mineiro de Belo Horizonte, 33 anos, cristão e missionário em Alvo da Mocidade. Apaixonado pelas Escrituras, tornei-me um sonhador quando descobri que Deus pode nos surpreender com as coisas mais simples e inusitadas desta vida...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *