Tempo

Aproveitando o momento de reflexão pela virada do ano, hoje tomarei a liberdade de deixar uma letra de música questionar você, seu ano, sua vida! Com vocês “Time” da melhor banda do mundo: “Pink Floyd”:

“Indo embora os momentos que formam um dia monótono
Você desperdiça e perde as horas de uma maneira descontrolada
Perambulando num pedaço de terra na sua cidade natal
Esperando alguém ou algo que venha mostrar-lhe o caminho

 

Cansado de deitar-se na luz do sol, ficar em casa observando a chuva
Você é jovem e a vida é longa e há tempo para matar hoje
E depois, um dia você descobrirá que dez anos ficaram para trás
Ninguém te disse quando correr, você perdeu o tiro de partida

 

E você corre e corre para alcançar o sol mas ele está se pondo
E girando ao redor da Terra para nascer atrás de você outra vez
O sol é o mesmo de uma forma relativa, mas você está mais velho
Com pouco fôlego e um dia mais próximo da morte

 

Cada ano está ficando mais curto, você parece nunca ter tempo.
Planos que dão em nada ou em meia página de linhas rabiscadas
Aguentando em desespero quieto é o jeito inglês
O tempo se foi, a canção terminou, pensei que tivesse algo mais a dizer”
A letra me pega muito, mas creio que a resposta para um melhor aproveitamento do tempo é a resposta do seguinte verso:

“Esperando alguém ou algo que venha mostrar-lhe o caminho”

Porque temos tantas dificuldades de crer e seguir no autor da seguinte frase: (?)

“Eu sou o caminho, a verdade e a vida, ninguém vem ao Pai sem passar por mim” (Jesus Cristo em João 14:6)

 

Um feliz ano novo e uma vida cheia de significados, aventuras e amor!

Abraço e até a próxima!

 

Homero Castro

Sobre Homero Castro

Nome: Homero Resende Castro Nasci em 1979 em Belém do Pará, moro em Belo Horizonte desde 1989. Sou formado em História pela Universidade Federal de Minas Gerais. Desde 1999 trabalho como missionário na associação Alvo da mocidade. Eu e minha maravilhosa esposa, Camila temos duas filhinhas lindonas, Helena e Elisa, e uma sapeca cadela chamada Leona.

3 comentários sobre “Tempo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *