Arquivo da tag: protagonista

A volta

Foram praticamente 4 meses de silêncio. Período importante, de muito crescimento. Eu estava confuso, em meio a crise e tudo o que eu mais desejava era ouvir a voz do Pai. Em meu último post, expressei o desejo de entrar para dentro da minha própria “caverna”. Foi o que fiz.

Tenho novidades trazidas de lá (da caverna). Ao avaliar minhas angústias, meus sofrimentos, minhas lamentações, meus anseios, meus sonhos e as razões mais profundas da minha crise, algo parece ter ficado bastante claro: meu ego é muito maior do que eu imaginava!

Fui conscientizado de que, no dia que entreguei minha vida para Cristo e me tornei cristão, não era Jesus quem estava entrando para a minha história. Eu estava entrando para a história Dele. Em uma, o protagonista da história era eu. Na outra, o protagonista era Cristo. E isso faz total diferença.

Todas as vezes que desejarmos tornar célebre o nosso próprio nome(Gn.11:4), o resultado será confusão, dispersão e crise! Foi assim com a história de Babel. É assim até hoje.

“Todo ser que respira louve ao SENHOR”, diz o último versículo do livro de Salmos. É assim que Deus determinou e é assim que tem de ser. Quando o nome Dele é colocado no seu devido lugar, as crises se dissolvem, a visão desembaça e o espírito fica em paz…

Foi isso que aprendi enquanto estive na caverna.

Saio de lá um pouco mais consciente de quem eu sou e mais consciente de quem Ele é. Talvez isso explique o versículo que não sai da minha cabeça e que luto para guardá-lo pra sempre, também no coração:

“A mim, o menor de todos os santos, me foi dada esta graça de pregar aos gentios o evangelho das insondáveis riquezas de Cristo.” (Ef.3:8)

Estou de volta, com uma vontade enorme de ser usado por Deus para anunciar as riquezas contidas Nele!

Que venham novos posts, novos desafios e qualquer projeto que me seja dada a oportunidade de anunciar aquilo que é eterno!

Um grande abraço!!!

Do protagonista

Somos um grão de areia na história do mundo. Construímos navios, fomos à lua, avançamos na cura de doenças, terminamos um curso universitário, passamos num concurso, temos sucesso na empresa: tudo é mais um grãozinho de areia na história do universo, embora nos pareça muita coisa.

Nos cremos ser muita coisa e de fato fomos criados para ansiar sempre mais, sempre algo melhor. Porém, muitas vezes nos cremos autossuficientes. Independentes. E nos perdemos em nossos monólogos ou em nossos diálogos, sem deixar que participe ativamente aquele que é o ator principal.

Deus é o verdadeiro protagonista da história: da do mundo e da nossa, embora queiramos sempre roubar a cena. No evangelho vemos diversos personagens: Nicodemos, Marta e Maria, Lázaro, os apóstolos, Maria e José… Mas o foco nunca deixa de ser Jesus: os outros aparecem e cumprem a função de que conheçamos mais do caráter dele, do cuidado dele conosco.

Nunca estamos no controle da nossa vida. Melhores são os momentos em que admitimos nossa pequenez, nossa dependência.  Deus é o verdadeiro protagonista e nós como atores principais somos, francamente, um desastre.

Não vou perguntar quem é o protagonista da nossa vida, pois já sabemos a resposta. A pergunta que deixo é a seguinte: temos confiado que esse protagonista está cuidando das cenas, dos scripts e dos cachês? Temos seguido as suas deixas e seus roteiros ou a nossa vida tem se caracterizado mais pela rebeldia e pela vontade de ganhar o papel principal?