Arquivo da tag: páscoa

Que é isso?

Essa seria a pergunta feita pelos nossos filhos. A gente sabe que as crianças crescem e crescem fazendo perguntas. Há um momento em que a vida carece de lógica. Exigir explicações é quase auto-cognitivo. Depois de ver, participar e se familiarizar, seu filho vai perguntar: “Que é isso?”

Quem disse que isso iria acontecer (e de fato aconteceu) foi Moisés, o grande legislador. Ele falou isso praticamente durante a saída do povo de Israel do Egito. No meio do êxodo, o povo recebeu algumas orientações importantes que deveriam ser guardadas.

“Quando teu filho amanhã perguntar: Que é isso? Responder-lhe-ás: O SENHOR com mão forte nos tirou da casa da servidão.” (Ex.13:14)

Essa seria a hora perfeita para falar com os filhos sobre algo muito importante. Seria o momento que, de tão precioso, demos o nome de oportunidade.

Que é isso, pai? Por que todos os anos você reúne a nossa família, faz questão desse tempo juntos e sacrifica um cordeiro? Qual é a razão de tanta alegria? Por que esse brilho nos olhos?

O pai não hesitaria. Era tempo de falar sobre Deus. Tempo de falar sobre os feitos de Deus. Era tempo de falar sobre a Páscoa. Todo judeu sabia que os feitos de Deus revelavam muito sobre a identidade Dele.

Provavelmente, com lágrimas nos olhos, ele diria: “Deus revelou o quanto sua mão é forte. Éramos escravos, filho. Não havia nada que pudéssemos fazer para mudar nossa condição. Deus conhecia o nosso sofrimento e  resolveu agir. Fomos libertos do grande cativeiro que nos escravizava.”

Você consegue imaginar o que acontecia no coração do filho, enquanto ouvia seu pai falar sobre seu Pai?

cruz-jesus-cristo-crucificado-foi-por-amor-a-todos-nosFoi exatamente numa sexta-feira pascal que Jesus foi morto. O Cordeiro havia sido imolado. Seu sangue foi derramado para que pudéssemos sair com vida do grande cativeiro (não o Egito, mas o pecado). Foi assim que fomos libertos!

Todo cristão autêntico comemora a Páscoa! Ele sabe o que isso significa. Há de chegar um dia em que nossos filhos vão perguntar: “Que é isso?” A história é cíclica. Nós continuaremos anunciando o que Deus fez por nós.

O problema vai ser quando anunciarmos o significado de tudo isso e nossos filhos perceberem que a explicação é perfeita, mas falta brilho nos olhos. Continuamos obedientes à tradição, mas perdemos a alegria.

Vidas frias. Cristãos nominais. Cerimonialismo vazio.

Você consegue imaginar o que vai acontecer no coração do seu filho, enquanto ele ouve uma teoria embotada e sem vida?

Eu desejo muito ter filhos e, às vezes, me pego sonhando com o dia da pergunta: “Que é isso, pai?”

Minha oração é para que, depois de me ouvirem falar sobre Deus, meus filhos digam:

“O SENHOR é a minha força e o meu cântico; ele me foi por salvação; este é o meu Deus; portanto, eu o louvarei; ele é o Deus de meu pai; por isso, o exaltarei.” (Ex:15:2)

Um grande abraço e feliz páscoa!!!

 

Role a Pedra

” E, no fim do sábado, quando já despontava o primeiro dia da semana, Maria Madalena e a outra Maria foram ver o sepulcro. E eis que houvera um grande terremoto, porque um anjo do Senhor, descendo do céu, chegou, removendo a pedra da porta, e sentou-se sobre ela. E o seu aspecto era como um relâmpago, e as suas vestes brancas como neve. E os guardas, com medo dele, ficaram muito assombrados, e como mortos. Mas o anjo, respondendo, disse às mulheres: Não tenhais medo; pois eu sei que buscais a Jesus, que foi crucificado. Ele não está aqui, porque já ressuscitou, como havia dito. Vinde, vede o lugar onde o Senhor jazia.”  Mateus 28:1-6

Cristão, olhe para a sepultura vazia! Nosso Deus vive! Nosso Cristo, o perfeito salvador,  venceu o mundo, e venceu a morte! Quando  fizerem pouco de sua fé,  julgando que somos estúpidos por nossa crença em Adão e Eva, ou tentando desmerecer tudo o que você acredita mas não pode ser provado pelo deus da ciência,  olhe para a sepultura vazia! Quando tentarem te empurrar vãs filosofias mundanas, que preenchem corações vazios com certezas difusas e solúveis, lembre-se que a sepultura está vazia!  Quando se lembrarem de milhares de cristãos perseguidos no mundo, assassinados por causa de sua crença, e o desanimo se abater sobre suas almas, olhem para a sepultura vazia! Quando  sentir que sua vida não faz sentido, quando sentir necessidade de voltar aos braços do Pai, lembre-se que a pedra foi rolada, e a sepultura está vazia, pois seu Deus vive!

 

jesus-rev-15

Hoje é o dia de rolar a pedra. Saia de sua sepultura! Viva vida nova ao lado de Cristo! Abandone velhos hábitos, deixe de lado pensamentos que não te ajudam  a ficar próximo de Deus, livre-se do velho homem que você costumava ser. Role a pedra, e saia de sua sepultura! Comece a viver hoje mesmo tudo aquilo que você postergou na sua relação com Deus.  Aproveite a páscoa para reviver, para deixar a morte para trás. Renove sua fé, renove suas esperanças, renove seus votos, renove suas orações!

Cristão, seu Deus vive, e hoje metade do mundo parou para se lembrar disto. Mas nossa missão não é apenas lembrar.  Nossa missão é de rolar a pedra, andar para fora da sepultura e viver ao lado Daquele que venceu a morte.

Nós servimos a um Deus vivo!

O meu Rei é um rei soberano. Medida alguma pode definir Seu amor ilimitado. Nem o mais poderoso telescópio construído pelo homem pode tornar visíveis as fronteiras infinitas de Seu poder. Nenhuma barreira pode impedi-Lo de derramar Suas bênçãos.  Ele é sempre forte. Inteiramente sincero. Eternamente fiel. Imortalmente gracioso. Infinitamente poderoso. Imparcialmente misericordioso. Você O conhece? Ele é o maior fenômeno que já cruzou o horizonte deste mundo. É o Filho de Deus. O Salvador dos pecadores. O eixo da civilização. Ele permanece na solitude de Si mesmo. É autêntico e único. Não tem paralelos nem precendentes. É a idéia mais elevada na literatura. É a maior personalidade na filosofia.  É a doutrina fundamental da verdadeira teologia. É o milagre das eras.  É o superlativo de tudo que é bom que você escolha chamá-lo. É o único qualificado para ser nosso Salvador! . Ele dá força aos fracos. Está à disposição dos que são tentados e provados. Tem compaixão e salva. Fortalece e sustenta. Guarda e guia. Cura os doentes. Purifica o leproso. Perdoa o pecador. Quita os devedores. Livra os cativos. Defende os fracos. Abençoa os jovens. Serve aos desventurados. Cuida dos idosos. Recompensa os diligentes. E confere beleza aos mansos. Ele é a chave do conhecimento. A fonte da sabedoria. A porta do livramento. O caminho da paz. A estrada da justiça. A vereda da santidade. A porta da glória. Seu cargo é multiforme. Sua promessa é certa. Sua vida é incomparável. Sua bondade ilimitada. Sua misericórdia eterna. Seu amor nunca muda. Sua palavra é suficiente. Sua graça basta. Seu reino é de justiça. “Seu jugo é suave e o Seu fardo é leve” Ele é indescritível. Ele é incompreensível. É invencível. É irresistível. Você não consegue tirá-Lo da mente. Não pode sobreviver a Ele e não pode viver sem Ele. A morte não O deteve e o sepulcro não conseguiu segurá-Lo. Esse é o meu Rei!” (1)

” … e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém. ” Mateus 28:20

 

Feliz Páscoa meus irmãos em Cristo! Que o Deus Vivo possa estar com  vocês.

(1) Adaptado do discurso de S.M.  Lockridge

Feliz Páscoa

“E ele morreu por todos, para que os que vivem, não vivam mais para si mesmos, mas para aquele que por eles morreu e ressuscitou.”(II Co.5:15)

cristo

 

Porque a Páscoa nunca teve nada a ver com chocolate… Ela sempre teve tudo a ver com sangue!

Sangue que evidencia o maior amor do mundo!

Para quem você tem vivido: para si mesmo ou para aquele que por você morreu e ressuscitou?

Feliz Páscoa e um grande abraço!!!

O sêder de Pessach – parte 2

Continuando as ideias sobre a mesa da páscoa dos Judeus (para quem quiser o primeiro post é : O sêder de Pessach – parte 1 ), depois de relembrar a escravidão do Egito com ervas amargas e água com sal e se apegar a um novo nascimento simbolizado pelo ovo, agora o jantar continua com a lembrança da urgência, da pressa. Para isto, os judeus comiam o “matsa”, uma espécie de biscoito de água e sal, era uma comida sem fermento e que simbolizava a pressa com que tiveram que se dispor para sair da escravidão. É interessante notar o sentimento de urgência em se livrar da escravidão. Ainda hoje é fundamental termos o mesmo sentido de urgência contra a escravidão do pecado. Infelizmente brincamos muito com o pecado e com a vida de escravidão em que ele nos conduz. Precisamos hoje celebrar a urgência, tanto em nossas vidas como nas dos outros, levando uma mensagem de libertação àqueles que estão na escravidão! O mundo poderia estar diferente se aquelas pessoas livres da tirania da escravidão do pecado não estivessem adormecidas, sem entender o poder da mensagem que o libertou!

Depois do “Matsa” vem o prato principal: o cordeiro! A regra para aquele povo era consumir todo o cordeiro e aspergir o seu sangue no umbral da porta para que aquela casa fosse salva! Se a família fosse pequena deveria convidar o vizinho para que o cordeiro fosse consumido por completo! Eu te pergunto: Qual é o tamanho do seu Cordeiro? O sangue Dele está derramado no umbral de sua vida? “Este é o cordeiro de Deus ” já dizia João Batista sobre Cristo! O seu Cordeiro salvador é grande o suficiente para que você possa convidar sua família para a mesa? E os seus amigos? Lembre-se que é na casa onde o sangue foi aspergido no umbral é que há salvação! Onde a morte “passou adiante”, sem ceifar ninguém!

Por fim, os judeus tomam a última das 4 pequenas taças de vinho que são tomadas durante o jantar para simbolizar as seguintes promessas:

“Por isso, diga aos israelitas: Eu sou o Senhor. Eu os livrarei do trabalho imposto pelos egípcios. Eu os libertarei da escravidão e os resgatarei com braço forte e com poderosos atos de juízo.Eu os farei meu povo e serei o Deus de vocês. Então vocês saberão que eu sou o Senhor, o Deus de vocês, que os livra do trabalho imposto pelos egípcios.” (Êxodo 6:6-7)

Que nessa páscoa você se apegue a estas promessas! Que possamos ser povo de Deus e tê-lo como nosso Deus! Que possamos descobrir que Deus é o Senhor, que somente Nele há salvação, consolo, libertação! E que possamos desfrutar do cordeiro com as pessoas que amamos, tendo o sangue do cordeiro aspergido em nossas vidas, corações e mentes!

Feliz páscoa e grande abraço!