Arquivo da tag: odre

Odre na fumaça

“Odre na fumaça”.

Talvez esse não seja um bom título para um post, mas não dava para ter sido outro. Peço que continue lendo o texto. Preciso explicar o que aconteceu e o título fará sentido no final. Essa semana, li um dos meus capítulos preferidos da Bíblia. Coincidentemente, o maior capítulo de toda a Escritura: o Salmo 119. Interessante pensar que o maior capítulo da Palavra de Deus fala sobre um amor genuíno pela própria Palavra. Mas o título do post surgiu por causa do verso 83.

“Já me assemelho a um odre na fumaça; contudo, não me esqueço dos teus decretos.” (Sl.119:83)

Essa foi a comparação do salmista. Um odre na fumaça. Odre é um antigo recipiente feito de peles de animais que era usado para transportar líquidos como água, azeite, vinho ou leite.

Mas, por que um odre na fumaça?

Porque após ser costurado, o couro cru do animal, em apenas algumas poucas horas, começa a se deteriorar. Exatamente por isso, os odres são expostos à fumaça dos fogões à lenha para serem depurados. Com o calor do fogão e a fumaça constante, o odre escurecia, ficava enrugado e diminuía de tamanho, mas nenhuma bactéria se apoderava dele por causa da fumaça. Agora, ele estaria perfeitamente puro para receber líquidos importantes que precisavam ser transportados ou armazenados.

Era impossível não pensar na minha vida. Lembrei de momentos e situações em que a minha existência parecia se resumir em “calor” e “fumaça”. Dias em que a alma escurece, enruga e parece diminuir de tamanho. Odres transformados por fogões à lenha são como corações que se moldam pelas dores e angústias da vida.

Eu não sei o que Deus está fazendo na sua história.

Sei que vinho novo requer odre novo. Deus sempre vem com o vinho. O odre é por nossa conta. E o processo, você já sabe como é.

Tá, mas o que eu devo fazer enquanto isso?

O mesmo que o salmista, após a conjunção adversativa “contudo”.

Porque, nesse caso, a 2ª parte do versículo é mais importante do que a 1ª!

Um grande abraço!!!