Arquivo da tag: anseio

Nosso maior anseio

Ele havia se levantado alta madrugada. Saiu de casa em silêncio. Encontrou com facilidade um lugar deserto. Naquele horário, quase todo lugar poderia ser caracterizado como deserto. Pôs-se em oração.

Quando o dia amanheceu, a cidade estava despertada. Pessoas iniciaram suas atividades. São muitas, e das mais diversas. Cada um fazendo alguma coisa. Simão e alguns amigos, por exemplo, procuravam-no.

“Tendo-o encontrado, lhe disseram: Todos te buscam.” (Mc.1:37)

Em outras palavras, Pedro estava dizendo que todos estavam a procura de Jesus.

Todos te buscam?

Será?

Todos quem?

Todos significava Pedro e alguns dos seus amigos que estavam com ele?

O que Pedro estava querendo dizer?

Todas as pessoas buscavam encontrar Jesus?

Parece equivocada a fala de Pedro. Porque nem todos buscavam a Jesus.

Algumas mulheres estavam indo buscar água no poço. Alguns homens caminhavam para as plantações de trigo, porque havia bastante trabalho por lá. Tinha gente seguindo viagem e a única coisa que buscavam era o destino final daquela longa estrada. Pastores saíram para tosquiar as ovelhas. Algumas crianças iam para a sinagoga aprender sobre o Pentateuco. Pedro e seus amigos vasculhavam por Jesus.

Todos te buscam? Hoje as coisas parecem estar exatamente como antes…

Gente indo para a aula, gente acumulando dinheiro, gente indo à academia, gente bebendo cerveja na roda de samba, gente fazendo regime, gente usando droga, gente ávida por sexo, gente estudando para concurso, gente buscando like nas redes sociais, gente buscando a Cristo…

Estão todos buscando por Jesus? “Sim!”, responderia Pedro.

Todos estão buscando por Jesus. Conscientemente e inconscientemente.

“Todo homem que bate à porta de um bordel está à procura de Deus.” (G.K.Chesterton)

Esse é o nosso anseio mais intrínseco. Algo que se encontra nos recônditos da alma. Vai muito além dessa capa pueril, trivial e rotineira que está sobre nós.

Pedro e seus amigos o encontraram. E você?

Um grande abraço!!!

Anseio

Eis que surge um anseio. O palco da vida fora invadido por uma necessidade. Ouve-se um clamor.

“Ele é digno de que lhe faças isto; porque é amigo do nosso povo, e ele mesmo nos edificou a sinagoga.” (Lc.7:4-5)

Essas foram as palavras dos judeus anciãos a Jesus. O pedido não era deles. O pedido era de um centurião que estava com um dos seus servos (muito estimado) doente.

Alguém se dirige a Jesus por sua causa. Alguém fala com Deus sobre você. Alguém conhece seu anseio profundo. Esse alguém clama por você.

“Queremos pedir que o SENHOR cuide disso. Não apenas porque esse pedido é nobre. Mas principalmente, porque aquele que carrega esse anseio é alguém digno. Digno de que o SENHOR atue! Digno de que o SENHOR manifeste seu poder. Digno de uma intervenção tua, SENHOR. A dignidade dele não se alicerça em meros discursos ou em fundamentos teóricos. Sua dignidade se externalizou e tem saltado pra fora do seu coração. Ele é amigo do nosso povo e, ele mesmo, tem feito coisas por nós, SENHOR. É só olharmos para a nossa sinagoga que hoje está edificada!”

Quando alguém ora por você, quais são as palavras dirigidas ao SENHOR?

O anseio daquele centurião passou a ser o anseio dos judeus. O anseio dos judeus era que Jesus fizesse algo. O anseio de Jesus é encontrar fé como aquela.

O meu anseio é ser parecido com aquele centurião quando alguém estiver orando por mim, ou talvez ser como aquele servo que por causa de um monte de anseios, acabou levantando daquela cama totalmente curado.

Uma coisa eu sei, tudo começou com um anseio.

Qual é o seu anseio?

Um grande abraço!!!