Arquivo da tag: abutre

A criança, o cadáver e os abutres

A criança estava gravemente doente. Nessas horas, as necessidades são óbvias: oração, jejum e atitude de se prostrar diante de Deus. O desejo é que Ele possa intervir.

Você já buscou a Deus por causa de alguém? O rei Davi já.

Depois de 7 dias de oração, jejum e espírito quebrantado a criança morre. Os servos de Davi têm receio de informá-lo. “Se enquanto a criança estava viva o rei estava assim, o que será que ele vai fazer se descobrir que ela morreu?” Era bastante lógico o raciocínio deles.

Ao perceber o burburinho entre os servos, Davi pergunta se a criança havia morrido. “Sim!”, eles disseram. Preste atenção no que você vai ler agora!

“Então, Davi se levantou da terra, lavou-se, ungiu-se, mudou de vestes, entrou na Casa do SENHOR e adorou; depois, veio para a sua casa e pediu pão; puseram-no diante dele, e ele comeu.” (II Sm.12:20)

Davi resolve, de maneira totalmente voluntária, mudar seu status!

Os servos ficam perplexos. “Como assim?”

Davi dá um salto da sua condição, toma um banho, coloca roupas novas e vai buscar a Deus. Assenta-se e come, como quem diz: “Eu vou voltar a viver! Minha vida não pode girar em torno daquilo deixou de existir.” 

Os servos ficaram perplexos. “Enquanto a criança estava viva você jejuava e chorava. Agora que ela está morta você se levanta e come pão?

A explicação é simples. Enquanto a criança estava viva, Davi entendia que Deus poderia se compadecer e curá-la.

Agora que morreu, por que jejuaria eu? Acaso, poderei fazê-la voltar?, questiona o rei.

Tem coisa na vida da gente que morre, mesmo que façamos de tudo pra que isso não aconteça. Às vezes são pessoas. Às vezes são relacionamentos. Às vezes são sonhos… Não há jejum que os traga de volta.

Você conhece pessoas que ficaram presas no passado? Gente que nunca abandonou pessoas, relacionamentos e sonhos que já morreram? 

Porque na Bíblia, amigões, nem tudo que morre, Deus ressuscita. Por que seria diferente nas nossas vidas?

Você se esqueceu que aonde estiver o cadáver, aí se ajuntarão também os abutres? (Lc.17:37) Sabe por que a gente não encontra pessoas que criam abutres? Porque essa é uma ave indesejada e que ninguém quer ter por perto.

Cadáver é coisa que precisa ser enterrada. Se ficar do lado de fora, convida toda sorte de coisas indesejadas para habitarem conosco. Será que a quantidade exorbitante no mundo de corações depressivos, amargurados, violentos e machucados não se explica pela quantidade excessiva de “cadáveres” que ainda permanecem desenterrados e continuam ajuntando mais e mais “abutres“? 

 Bem, chega de post e vamos logo ao que realmente importa: O que você precisa enterrar da sua história?

Um grande abraço e bom velório!!!

Prometeu e seu abutre

Atualmente tenho me deliciado com um clássico da literatura escrito por Herman Melville: Moby Dick. O livro relata a história de um capitão de um navio baleeiro em sua perseguição insana a um ¨monstro dos mares¨, a baleia branca Moby Dick. Essa perseguição insana se iniciou porque o capitão Acab perdeu sua perna em uma luta contra a grande baleia. Em um momento do livro o autor separa um capítulo para falar sobre o ódio que Acab tinha:

¨Ah, Deus, que tormentos sofre o homem que se consome com seu desejo de vingança. Dorme de mãos cerradas e acorda com as unhas ensaguentadas cravadas nas palmas¨

¨Deus te proteja, velho, pois teus pensamentos deram origem a uma criatura em ti; aquele cujo intenso pensamento o transforma assim em um Prometeu, um abutre pasta eternamente em seu coração e o abutre é a própria criatura por ele criada.¨

Esse texto me fez pensar no grande prejudicado por todo aquele ódio: o próprio velho capitão! Um homem condenado a ter o seu coração sendo eternamente consumido por um abutre que ele mesmo criou, assim como Prometeu na mitologia grega.

Fiquei me perguntando: Quantas vezes não sou condenado, como Prometeu, a ter um abutre consumindo meu coração?

E o mais triste, a condenação é minha! Eu sou o responsável por criar esse abutre!

E eu te pergunto: Como está o seu coração? Existe algum abutre que te consome?

Hoje é dia de destruir abutres! Dia de se libertar dessa condenação que você mesmo se colocou! Dia de perdoar!

¨Antes, sede uns para com os outros benignos, compassivos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus, em Cristo, vos perdoou.¨(Efésios 4.32)