SOMENTE FOLHAS

Estava empolgado e fez uma bela tatuagem. Estampava agora uma cruz em seu corpo. No carro, colou um adesivo, uma declaração de amor. Aos domingos, estava presente na igreja. Curtia o ritual, elevava suas mãos e sempre contribuía  com ofertas.

Todos o reconheciam e diziam estar ali um bom homem de Deus.

Mas havia um tempo, nada recente, que não se sentava diante do Senhor.

Há algum bom tempo não orava com seu coração aberto.

Alegava que não tinha mais tempo, então não mais jejuava, não mais meditava e sua bíblia estava coberta por poeira.

A tatuagem agora era somente um enfeite, e o adesivo do carro era contrariado por suas atitudes impulsivas e egoístas.

Entregue ao ritmo do mundo, voltara aos velhos hábitos, daquele homem que um dia ele mesmo chamou de velho.

Havia tempo, que era como uma bela figueira, repleta de folhas, mas sem fruto algum que saciasse a fome de outrem.

Cooperador de Cristo.

“…teve fome. E, vendo de longe uma figueira com folhas, foi ver se nela, porventura, acharia alguma coisa. Aproximando se dela, nada achou, senão folhas…” (Mc 11:12-13)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *