A sete chaves

Gl 4:9 “Mas agora, conhecendo a Deus, ou melhor, sendo por ele conhecidos…”

Durante algum tempo eu não entendia nada do que esse versículo queria dizer. Porque eu sempre afirmei que desde que eu decidi andar ao lado de Jesus EU passei a conhecer a Deus e a buscar aprender um pouco mais sobre quem Ele é!

Será que Paulo agora estava dizendo que eu estava enganada sobre isso?

Acho que não… Mas talvez ele estivesse querendo dizer um pouco mais do que isso.

Há um tempo tenho entendido o quanto Deus anseia por me conhecer e saber quem eu sou. Não que o próprio Criador não me conheça, mas Ele deseja ouvir da MINHA boca algumas coisas que Ele mesmo já sabe – porque viu.

Desde que começamos a nos relacionar tenho tentado abrir meu coração e deixar que Ele me sonde, ao mesmo tempo em que O conheço também.

Mas há muitas coisas na vida que guardamos a sete chaves dentro do nosso coração. Coisas que não gostaríamos de assumir nem pra nós mesmos; histórias que não gostaríamos de ter vivido; segredos que gostaríamos de compartilhar; pecados sobre os quais nunca tivemos coragem de falar.

No último fim de semana fiz um desafio com uma amiga. Desafiei-a a  orar e pedir que Deus a fizesse lembrar de sentimentos, histórias e pecados que ainda não tinham sido expostos. Foi incrível participar desse processo de descoberta (des-coberta) e pensar no quanto traz alívio poder confiar meus segredos diante do Pai que anseia por me conhecer.

Você tem se des-coberto para Deus? Ele conhece todas as suas ambições? E seus piores podres? Os traumas que mais te causaram feridas? Sabe o que você pensa sobre como Ele te criou? Sobre a forma como sua família é? Aquela parte da sua história que você ainda não contou pra ninguém?

As coisas escondidas precisam ser reveladas. Traz alívio e conforto poder colocar tudo pra fora… E Deus quer muito saber a SUA versão sobre tudo aquilo que Ele já sabe. Ele quer ouvir da sua boca!!!

O desafio está lançado pra cada um de nós. Porque só nós temos as chaves…

Ótima semana!

Um comentário sobre “A sete chaves

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *