Segredo

Mas hoje eu acordei com medo, escute aqui,

Vou lhe contar um segredo…

A gente fala do que está cheio o coração (Mt 12:34). Pois é, essa semana quero falar da música que apresentei, junto de alguns amigos, em um festival de canções e esquetes de Alvo da Mocidade que aconteceu no último sábado. A letra desta música trata de segredos meus e de alguns amigos que viveram coisas parecidas com as que vivi.

Eu sempre tive futuro
Com a caneta do meu pai dei a volta pelo mundo
Minha história sempre foi um barato
Com um pouquinho de dinheiro encubro as coisas que eu faço
O destino sempre me deu de tudo
Que alguém como eu pode querer neste mundo
.
Mas hoje eu acordei com medo, escute aqui,
Vou lhe contar um segredo
.
Mesmo com tudo isso
Ela me vem calada no meio da noite
Ela me afaga, ela me maltrata e me toma em deleite
Porque no fim da história
Quero achar minha glória e perder minha memória
.
Eu ainda não consigo comprar minha paz
Mais uma blusa no shopping
Mais uma noite, um gole,
eu quero sempre um pouco mais
De um pouco de barulho
Uma pelada, uma lata
E detonar com seu mundo
.
Mas hoje eu acordei com um segredo, escute aqui,
Vou lhe contar o meu medo
.
Não sei do que me distraio
Nem mesmo porque me estrago
Eu só sei dizer do que faço
Para fugir da rotina, mais um pouco de vida, quero ir para o espaço
.
Me dê mais uma bala
Um doce, um cheiro, me dê mais um tapa
Quero mais perfume
Cara, quero balada, não quero mais costumes
Eu nunca ouvi um não
Intriga, furto
Minha gangue, confusão
.
Não sei do que me distraio
Nem mesmo porque me estrago
Eu só sei dizer do que faço
Para fugir da rotina, mais um pouco de vida, quero ir para o espaço
.
Eu já sei porque me distraio
Também porque eu me estrago
Eu vou lhe dizer o que faço
Pra sair da rotina, encontrei uma vida
Enfim eu tenho espaço
.

Talvez as coisas escritas na letra nem fossem mais segredo para muita gente, mas os que essas coisas representavam em minha vida eram, sim, algo que guardava a sete chaves há algum tempo.

A verdade é que, como explico na música, eu tinha de tudo (ou muito) para pensar que minha vida ia bem. Acho que antes de me tornar cristão mantinha esses segredos tão bem guardados que nem mesmo eu conseguiria desvendá-los. Não contava para mim porque não conseguia lidar com eles, enfrentá-los e encarar o que era necessário vencer.

Na frente de meus amigos jamais admitiria que fosse um fracassado que tinha segredos tão ocultos. Escondi essas coisas por um bom tempo, mesmo depois de ter aceito Jesus como novo modelo a ser seguido e como novo dono da minha vida. Não sei dizer ao certo quando, só sei que um dia elas começaram a vir à tona.

Mesmo me relacionando com Deus não contava também para Ele pelo grande receio de que Ele viesse a me castigar por conta de eu ser um pecador de tamanha ordem. Não possuía uma doutrina cristã muito sadia em minha mente na época. Logo que as coisas começaram a mudar, percebi que o trabalho de Deus em mim funcionava melhor quando envolvia dor – eu era tão cabeça dura que só conseguia deixar de lado o que havia de errado em mim após um bom período de sofrimento – e, assim, fiquei um pouco traumatizado com o desvendar segredos.

O que usei para me esconder dos meus segredos estão descritos na música. Que venci boa parte deles também está escrito na canção. O que quero essa semana é pensar na minha vida e questionar se ainda há algum segredo oculto em mim. Quero também convidá-lo a fazer o mesmo. Então pergunto: há algum segredo que não contei para mim mesmo por não conseguir lidar com ele? Não contei para meus amigos mais próximos por medo do que eles vão pensar de mim? Não contei para Deus por medo do que ele vai fazer com ele?

Finalmente, quero que pensemos também no que temos usado para nos esconder dos nossos segredos. Compartilho com vocês algumas coisas que usei através letra da música e espero que você também tenha algo para partilhar com a gente.

Forte abraço.

Rafael Santtos

Sobre Rafael Santtos

Rafael Santos, Belo Horizonte, 18 de abril de 1984, cristão desde 2012, sonhador, aventureiro, sanguíneo, exortador. E deseja dividir um pouco do que pensa através do Outras Fronteiras.

5 comentários sobre “Segredo

  1. Muito bom Rafael!!
    Para mim é um grande privilégio poder participar de sua vida, conhecer os seus segredos e ver a misericordia de Deus atuando!!
    Além disso o seu texto me levou a pensar em meus segredos tb, aqueles ainda guardados e aqueles que já deixaram de ser sgredos para mim e para Deus!
    Grande abraço!

  2. Era um privilégio compartilhar desses “segredos”. afinal, cada um tem o seu.
    como amigo pude acompnhar tambem alguma coisa. mas agora todo mundo sabe, hehe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *