Se eu fosse você

Eu não sei como você se avalia com relação à oração, mas essa é a minha disciplina mais fraca. Sou disperso, inconstante, superficial. Às vezes sinto que meu tempo de oração é mecânico e monótono. Ainda assim, oro.

Jesus contou uma parábola que tinha como objetivo ensinar sobre o dever de orar sempre e nunca esmorecer (Lc.18:1). Ele falou sobre um juiz que vivia em certa cidade. Esse homem não temia a Deus e não respeitava homem algum (bem próprio da atitude de quem não teme a Deus). Havia também naquela mesma cidade, uma viúva que o importunava para que ele julgasse uma causa que ela tinha contra seu adversário.

No início, o juiz não a quis atender, mas depois pensou: “Se eu não resolver a causa dessa viúva, ela irá me importunar e acabará me deixando maluco.”

Jesus termina a parábola pedindo que seus ouvintes pudessem considerar as palavras daquele juiz. Se um homem iníquo resolveu ter um gesto de bondade na direção daquela mulher, imagina Deus?

O capítulo 18 de Lucas começa com essa parábola e termina (ironicamente) com o cego de Jericó gritando insistentemente “Jesus, Filho de Davi, tem compaixão de mim!”

As pessoas que iam à frente o repreendiam para que ele se calasse (Lc.18:39). Ele, porém, gritava cada vez mais. Parecia até que havia ouvido a parábola.

São muitas as vozes pedindo que nossas orações sejam interrompidas.

“Não fará Deus justiça aos seus escolhidos, que a ele clamam dia e noite, embora pareça demorado em defendê-los?” (Lc.18:7)

Pergunta retórica. Se eu fosse você, continuaria orando.

Um grande abraço!!!

 

 

Eduardo Victor

Sobre Eduardo Victor

Mineiro de Belo Horizonte, 33 anos, cristão e missionário em Alvo da Mocidade. Apaixonado pelas Escrituras, tornei-me um sonhador quando descobri que Deus pode nos surpreender com as coisas mais simples e inusitadas desta vida...

2 comentários sobre “Se eu fosse você

  1. Me sinto como você, meu caro. Que a gente não pare de orar, mesmo sendo dispersos, inconstantes e superficiais.

    Abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *