A Rocha que é mais alta do que eu

Como bons seres humanos, às vezes nos sentimos inseguros, desanimados, cansados e sem esperança com a vida. Nosso coração parece estar despedaçado.
Com Jesus também foi assim. Em seu leito de morte chorou, banhado em suor e sangue. Abandonado por todos, inclusive os melhores amigos.

O que fazemos quando estamos com medo, com dúvida, nos sentindo desolados, desconsolados?

Jesus nos ensinou o caminho da oração. Aquela oração verdadeira, que derrama o coração diante do Pai, com toda sinceridade possível, até mesmo dos mais íntimos pecados.

Assim bem escreveu o salmista:

“Desde o fim da terra clamarei a ti, quando o meu coração estiver desmaiado; leva-me para a rocha que é mais alta do que eu”

Salmos 61:2

Minha oração hoje é para que nossa relação com Deus não seja superficial, mas sim profunda. Oro para que Deus nos ajude a entender, assim como Jesus fez, que o verdadeiro consolo só pode vir dEle. Que Deus seja nossa rocha que nos leva mais alto do que poderíamos ir sós.

Forte abraço, até a próxima.

Rafael Santtos

Sobre Rafael Santtos

Rafael Santos, Belo Horizonte, 18 de abril de 1984, cristão desde 2012, sonhador, aventureiro, sanguíneo, exortador. E deseja dividir um pouco do que pensa através do Outras Fronteiras.

3 comentários sobre “A Rocha que é mais alta do que eu

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *