Quando o vinho acaba

As festas de fim de ano são aguardadas. Muito. Vive-se a expectativa do recesso, de momentos que teremos tempo para nos alegrar, comemorar, confraternizar, celebrar e também alimentar sonhos. Onde a família se une com um pouco mais de sensibilidade e carinho porque estamos na época de agir assim. E faz-se planos sobre a saúde, sobre o trabalho, sobre a família, com esperanças renovadas e expectativas alinhadas. As taças são erguidas acompanhadas dos sorrisos desejosos até as mãos se abaixarem para beber todos os sonhos.

Mas o tempo se vai e leva consigo tudo aquilo. A rotina volta como um “estraga prazeres”.

Acabou a festa.

Acabou a alegria.

Acabou o vinho.

Semelhante ao que acontece num casamento em Caná da Galileia. Quando a celebração e a comemoração do casório andavam a todo vapor, o vinho acaba. Imagino o olhar desconcertante do mestre de cerimônias responsável pela organização e andamento da festa. E também os sorrisos amarelados dos familiares tentando fazer parecer que está tudo bem, e os amigos dizendo “Não parem com a música, a festa está ótima”.

Até que a sensibilidade da mãe de Jesus prevê a tragédia. Imagine uma festa sem bebida! Alegria e a celebração teriam um curtíssimo prazo de validade,  exatamente como as comemorações de fim de ano.

Mas Maria clama pelo amor e misericórdia de Jesus. E quando o Filho de Deus é convidado a participar, as águas das talhas vão ficando escuras e o insípido passa a ter gosto de uva.

Vinho pra todos!

Alegria!

A festa continua.

É isso que Jesus faz. Permite que a festa recomece. Mas com uma alegria que tem um gosto inigualável, digno de que se celebre a vida, a eterna. Essa vida que você pode experimentar agora, uma festa que não tem fim. Porque Jesus encheu a taça com seu sangue pra que nossa vida pudesse continuar, como uma grande festa.

Que você convide Jesus para participar do seu ano para dar sabor e significado pra sua vida. Ele não faz nada que dura apenas alguns dias. Seu padrão é a eternidade. E assim não ficará aguardando recessos de fim de ano pra ter um pouco de alegria. Irá esperar pelo grande dia onde a festa será brindada com toda a família de Deus reunida e o riso será eterno.

Feliz 2016!

*Inspirado nas ideias de Tim Keller, no livro Encontros com Jesus.

2 comentários sobre “Quando o vinho acaba

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *