Quando Digo que Sou Cristão

Jesus Amigão

Trago-lhes um poema o qual tive a felicidade de ler esta semana na internet. Creio que ele expressa um sentimento de alguém que é mal interpretado ao expôr a sua fé, mas acho que serve também para alguém cansado de vestir a máscara do “Super-Cristão”.

Eu mesmo traduzi, acho que perdeu um pouco da beleza e definitvamente perdeu a rima. Confiram o original.

Quando Digo, “Sou Cristão” – por Carol Wimmer

Quando digo que sou cristão
Não estou gritando “sou salvo”
Mas sussurrando “estou perdido”
“E por isso escolhi este caminho”

Quando digo que sou cristão
Não digo isso com orgulho
Mas estou confessando que caio
E preciso de alguém como guia

Quando digo que sou cristão
Não estou tentando ser forte
Mas declarando que sou fraco
E oro por força para continuar

Quando digo que sou cristão
Não me vanglorio de sucesso
Ao contrário, admito que falhei
E nunca poderei pagar a dívida

Quando digo que sou cristão
Não afirmo ser perfeito
Minhas faltas são óbvias
Deus, porém, me considera digno

Quando digo que sou cristão
Ainda sinto a dor arder
Tenho eu mesmo minhas melancolias
E é por isso que busco Seu nome

Quando digo que sou cristão
Não desejo julgar
Não tenho tal autoridade
Sei apenas que sou amado.

8 comentários sobre “Quando Digo que Sou Cristão

  1. oi Vidigal!! terei a honra de ser a primeira a comentar! ehhehe : )
    Esse poema é lindo hein. Li o original também. Se todos os cristãos realmente entendessem isso seria ótimo, não? Isso realmente é o SER cristão, mas existe muita gente usando o cristianismo como escudo, ou até arma para julgar, agir com superioridade e orgulho. Quando na verdade, para ser cristão, a primeira coisa q vc tem q perceber é: “admito que falhei E nunca poderei pagar a dívida” .
    bjsss

  2. ameeeeei esse Jesus mega simpático!! 😀
    lindo legal o poema, sincero… muito bonito.

    “When I say, ‘I am a Christian’, I don’t speak with human pride
    I’m confessing that I stumble-needing God to be my guide” E ô como preciso!

    bjos!!

  3. Vidigal!!
    Adorei o poema! Concordo com cada frase!
    Obrigada por trazer ele aqui pro blog. Ótimo mesmo!

    Bjus

  4. OI Vidigal, quanto tempo, hein?
    Gostei muito desse poema, ele me fez pensar se me entrego realmente a Deus, reconhecendo a minha condição de fraqueza, de necessidade Dele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *