Qual sua Charada?

No espetacular filme “A Vida é Bela”, Guido é um garçom judeu que esbanja bom humor e criatividade. No hotel onde trabalha faz amizade com um médico alemão, Dr Lessing, que é fascinado por charadas. Guido compartilha o gosto do amigo trocando bons e inteligentes desafios.

Com a chegada da Segunda Guerra, dr Lessing é convocado pelo exército alemão e Guido é levado para um campo de concentração juntamente com seu tio, esposa e filho.

Guido utiliza sua criatividade para proteger seu filho e faz do terror do campo de concentração, um mundo de fantasia e desafios para o garotinho.

No campo de concentração, os dois amigos se reencontram em lados opostos. Guido lutava para sobreviver e proteger sua família enquanto dr Lessing tinha alta patente no exército alemão. Apesar de lados opostos os amigos ficam felizes com o reencontro e nasce a expectativa de ajuda mútua, cada um com seus interesses.

Guido sonhava com a ajuda do médico alemão para salvar sua família daquele campo do horror.

Já dr Lessing tinha algo muito mais urgente:

Dr Lessing diz: “Preciso falar com você. É muito importante.”

Guido: “Doutor, minha esposa também está aqui.” Os olhos de Guido saltam de expectativa.

Mas o doutor continua: “Sou bem gordo e muito feio, de um amarelo sem par. Pergunte-me onde estou, e só digo qua qua qua. Caminhando faço pó pó. Quem sou eu? Adivinhe só.”

Uma charada! Os olhos de Guido, agora incrédulos derramavam uma dolorosa decepção. E seus ouvidos não acreditavam nas palavras do doutor;

“Ajude-me Guido.” (com a charada)Pelo amor de Deus, ajude me. Não consigo dormir.

Essa cena dá um nó no estômago. Um incômodo que me leva a pensar;

Qual é a minha charada? O que tem tirado meu sono?

O que tem sido tão urgente na minha vida, a ponto de deixar o Reino de Deus para depois?

Qual charada tem ocupado minha mente e cegado meus olhos que não mais enxergam os necessitados?

Limite extremo físico e/ou emocional. Crise financeira. Insegurança. Violência. Fé abandonada. Estão em toda a parte, bem próximo de você.

É preciso ter fé, amor, paciência e criatividade. Que Deus nos supra e nos ensine…

Do belíssimo filme nascem pensamentos, promessas de atitudes, mas gostaria de fechar com uma frase do tio de Guido, logo no início do filme, quando ensinava o ofício ao sobrinho:

“Servir é a arte suprema. Deus é o primeiro dos servidores. Serve aos homens sem ser um servo.” Eliseo – tio de Guido

Servir é uma ótima maneira de enxergar além do nosso umbigo.

 Cooperador de Cristo.

5 comentários sobre “Qual sua Charada?

  1. Ótimo post, eu me emocionei muito com o filme e ri muito tbm das palhaçadas de Guido. Uma verdadeira obre de arte esse filme.

  2. Qual é a resposta da charada¹

    “Sou bem gordo e muito feio, de um amarelo sem par. Pergunte-me onde estou, e só digo qua qua qua. Caminhando faço pó pó. Quem sou eu? Adivinhe só.”

  3. Muito legal o seu post. Mas pergunto também: qual é a resposta para esta charada quá quá quá pó pó?????

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *