Pra onde vai?

Foi cativado a embarcar num grande navio, que de longe já impressionava.  O luxo e a beleza convidavam a provar a delicadeza do gosto. Ansioso, correu para dentro e passou desfrutar de toda a extensão da imponente embarcação. Passou dias aproveitando e se entregando a tudo que lhe era oferecido. Quando distante, descobriu que não sabia qual era o destino.

De que vale o prazer sem o porvir?

De que vale o poder sem desígnio?

Pra onde vai a posse sem finalidade?

Pra onde vai a vida sem propósito?

Pode não haver naufrágio, mas também não há destino.

2 comentários sobre “Pra onde vai?

  1. Esse aí concorre como um dos seus melhores posts!

    Curto, verdadeiro e profundamente questionador…

    “De que vale o prazer sem o porvir?”

    Bração!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *