E pensar na vida

Já fazia um tempo que não convidava alguém para escrever aqui. Quando pensei neste convite logo me veio à mente a pessoa mais assídua do nosso grupo de versículos bíblicos no Whatsapp. Espero que vocês gostem do seu texto assim como gostei. Com vocês Eduarda Castelo Branco, ou simplesmente, Duda!

“Sair da correria do dia a dia e pensar na vida”: esse foi o desfio que me deram quando me convidaram para escrever aqui no blog. Apesar do meu medo, aceitei o desafio. Vou dividir com vocês algumas coisinhas que tenho vivido e pensado nesses últimos dias. Espero que gostem.

A maioria de nós sabe que devemos amar e temer a Deus; que devemos ler a bíblia e orar pois somente tendo uma relação íntima com Deus teremos a oportunidade de conhecê-lo melhor. Sabemos que devemos adorá-Lo com nossas vidas. Mas colocar tudo isso em prática é o verdadeiro desafio. (CHAN, Francis. Crazy Love.)

Muitas vezes achamos que não temos tempo, que tudo bem fazer isso mais tarde, que é suficiente o fato de irmos à igreja uma vez por semana ou de estarmos lendo um livro que tem um conteúdo interessante. Mas não, só isso não é suficiente. Pelo menos não estava sendo suficiente para mim.

Deus nos chama para nos relacionarmos com Ele. Ele diz que se crermos Nele, somos considerados filhos (Jo 1:12) e assim como qualquer relacionamento entre pai e filho, nós precisamos de tempo. Tempo para se conhecer, estar junto, para desenvolver um relacionamento e se tornar íntimos.

Deus quer participar das nossas vidas, Ele quer ser nosso pai, nosso melhor amigo e caminhar ao nosso lado. Mas Ele não vai forçar nada. Nunca. Se você quiser conversar com Deus todos os dias, todas as horas, Ele estará lá para te ouvir; se não quiser, tudo bem, ele também estará lá, esperando pelo momento em que você queira se relacionar.

E por último mas não menos importante: Deus ouve e responde TODAS as nossas orações. As respostas são três: sim, não e mais tarde. Nem sempre a resposta será sim, muitas vezes será não ou mais tarde e temos que estar preparados e dispostos a ouvir essas duas últimas, mesmo não querendo ouví-las. Quando a resposta é não ou mais tarde temos a incrível idéia de fechar nossos olhos e ouvidos e seguir caminhando sozinhos porque achamos que Deus não ouve ou não responde às nossas orações. Ele respondeu, você quem não aceitou a resposta.

Você é filho de Deus?
Você tem se relacionado com Ele?
Você tem mantido os seus olhos e ouvidos abertos para as respostas de suas orações?
Você tem entregado a sua vida e sido fiel àquele que te amou tão loucamente que mandou o seu único filho para morrer no SEU lugar?

Desafie a você mesmo. Saia da correria do seu dia a dia para pensar na sua vida.

“Esta palavra é digna de confiança:
Se morremos com ele, com ele também vivemos; se perseveramos, com ele também reinaremos. Se o negamos, ele também nos negará; se somos infiéis, ele permanece fiel, pois não pode negar-se a si mesmo.” (II Tm 2:11-13)

Rafael Santtos

Sobre Rafael Santtos

Rafael Santos, Belo Horizonte, 18 de abril de 1984, cristão desde 2012, sonhador, aventureiro, sanguíneo, exortador. E deseja dividir um pouco do que pensa através do Outras Fronteiras.

3 comentários sobre “E pensar na vida

  1. Gosto muito quando ouço sobre aquilo que é elementar e vital para nossa existência, de uma forma simples e objetiva!

    Obrigado por dividir um pouco das suas experiências conosco, Duda!

    Bjos!

  2. Que bom que vc gostou, Du. Tenho pensado muito nisso (: O importante é sempre o básico bem feito. O resto é consequência 😀

  3. Gostei muito, amiga! E vejo este texto em você, já que é muito notável sua insistência em permanecer firme, e su instatisfação com o morno. Vamos continuar lutando, lutando e aceitando em nós este amor incrível que Ele nos permitiu e permite usufruir.
    Amo você, Dudinha!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *