O carnaval de Jesus

Todo ano é a mesma coisa. Chega o carnaval e as reportagens são as mesmas. Os jornais se responsabilizam por informações importantíssimas: “Os cuidados que um folião deve ter para aproveitar a festa!” Falam sobre a ingestão de comidas leves, ingestão de bastante líquido, proteção contra doenças sexualmente transmissíveis, cuidado com o excesso do álcool… Com todos esses cuidados, o resto é só alegria.

A festa carnavalesca surgiu a partir da implantação, no século XI, da Semana Santa pela Igreja Católica, antecedida por quarenta dias de jejum, a Quaresma. Esse longo período de privações acabaria por incentivar a reunião de diversas festividades nos dias que antecediam a Quarta-feira de Cinzas, o primeiro dia da Quaresma. A palavra “carnaval” está, desse modo, relacionada com a ideia de deleite dos prazeres da carne marcado pela expressão “carnis valles”, que, acabou por formar a palavra “carnaval”, sendo que “carnis” do grego significa carne e “valles” significa prazeres. Em contraste com a Quaresma, tempo de penitência e privação, estes dias são chamados “gordos”, em especial a terça-feira, último dia antes da Quaresma.

O carnaval de Jesus não foi marcado pela entrega do seu corpo aos prazeres. Jesus tinha um propósito um pouco mais nobre do que entregar-se às vontades de sua carne.

“Eis aqui estou, para fazer, ó Deus, a tua vontade.” (Hb.10:7)

“… Isto é o meu corpo oferecido por vós…” (Lc.22:19)

“Rogo-vos, pois, irmãos, pelas misericórdias de Deus, que apresenteis o vosso corpo por sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.” (Rm.12:1)

“Acaso, não sabeis que o vosso corpo é santuário do Espírito Santo, que está em vós… ?” (I Co.6:19)

Absurdo? Creio que não… Pesado? Talvez… Impossível? Não para aqueles que já perceberam que o prazer da santidade é infinitamente melhor do que o prazer do pecado…

Bom carnaval, querido(a) leitor(a)!

Que os nossos corpos mexam-se cada vez mais com o som da voz de Deus, e cada vez menos com o som que vem da Sapucaí!

Um grande abraço!!!

Eduardo Victor

Sobre Eduardo Victor

Mineiro de Belo Horizonte, 33 anos, cristão e missionário em Alvo da Mocidade. Apaixonado pelas Escrituras, tornei-me um sonhador quando descobri que Deus pode nos surpreender com as coisas mais simples e inusitadas desta vida...

9 comentários sobre “O carnaval de Jesus

  1. Eu não consigo imaginar você sambando, Homero…

    Acho que Deus não permitiria tal cena… Hehehe…

    Abraço, amigão!!!

    Bom carnaval…

  2. Guardemo-nos, guardemo-nos !!! É disso que eu tô falando, né não amigãão?? HAHA ‘ Abraço grande querido .

  3. É isso aí, amigões…

    Que nosso carnaval possa ser junto do nosso grande Amigo…

    Rafalino, obrigado pelo presente…

    Glauber, eu não esqueci do nosso café…

    Abraços!!!

  4. obrigada pla aula de historia dudu. sempre quis saber a origem do feriado… hehe mas tadinha da sapucai bjo

  5. Valeu amigo pelo Carnaval sensacional que tivemos juntos! Honrando a Deus e ouvindo a voz dele! Foi fantástico! Esperamos que tenhamos muitos outros assim!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *