Nem tudo que é fácil, é correto!

“Todas as coisas são lícitas, mas nem todas convém; todas são lícitas, mas nem todas edificam.” (I Co.10:23)

Como você entende esse texto? Qual era a intenção de Deus, ao dizer isso?

Poderíamos falar muitas coisas sobre esse versículo. Ele fala sobre liberdade (“Todas as coisas são lícitas…); fala sobre conveniência (“… nem todas convém…”); fala sobre aquilo que edifica (“… nem todas edificam.”).

Certa vez, ouvi alguém dizer que sempre temos duas opções: a mais fácil ou a correta! Achei isso interessante.

É quando você já sabe o que deve fazer, mas fica protelando… Ou pior ainda: quando você sabe o que deve fazer e faz o contrário (que, geralmente, é mais fácil). Sabe aquele pedido de perdão que já devia ter sido feito? Sabe aquele namoro que já deveria ter terminado? Sabe aquela conversa ou aquele telefonema que já passou da hora de ter acontecido? Ah, você sabe do que eu estou falando!

É como a história do padre que estava na paróquia numa manhã, e um homem que freqüentava aquela comunidade entrou desesperado:

– Padre! Estou muito triste! Meu cachorro, que eu tanto amava, morreu essa noite. Ele era muito importante pra mim, padre. Gostaria que o senhor fizesse uma missa em homenagem ao meu cachorro…

– Eu entendo a sua dor, meu filho! Mas não fazemos missas para cachorros. Isso seria um absurdo! Nessa paróquia isso não poderia acontecer. Talvez você consiga isso em outro lugar! Eu não conseguiria fazer essa missa.

– Puxa, padre! O senhor não compreende o quanto meu cachorro era importante pra mim. Eu estava disposto a fazer uma oferta de R$10.000,00 para a igreja, com a realização da missa. Mas, irei procurar outro lugar!

– Espere, meu filho! Não será necessário procurar outro lugar. Você não tinha dito que seu cachorro era católico!

Como você tem vivido? Com o que é mais fácil ou com o que é correto?

Pra mim, é uma luta fazer o que é correto e sempre um desafio me lembrar de I Co.10:23. Talvez porque nem tudo que é fácil, é correto. Mas tudo que é correto, sempre edifica!

Um grande abraço!!!

Eduardo Victor

Sobre Eduardo Victor

Mineiro de Belo Horizonte, 33 anos, cristão e missionário em Alvo da Mocidade. Apaixonado pelas Escrituras, tornei-me um sonhador quando descobri que Deus pode nos surpreender com as coisas mais simples e inusitadas desta vida...

6 comentários sobre “Nem tudo que é fácil, é correto!

  1. Muito bom ler o seu post! Dá uma confiança de que o meu sofrimento por fazer certas escolhas pode valer a pena….
    Vivo experimentando essas coisas… Tentando escolher bem… Assumindo os prejuízos e as consequências de cada decisão… Aprendendo a conviver harmoniosamente com essa liberdade que Deus me dá…
    Tem uma frase de uma música que gosto muito:”Prá sustentar meu riso, quanto choro é preciso”; essa frase me acompanha e me lembra que ser feliz é saber escolher pelo certo, mesmo que doa… e que facilidade não é sinônimo de felicidade…
    Beijooos

  2. Sou um cara que costuma achar que a opção correta não é tão correta assim simplesmente porque não é a mais fácil.
    Gostei demais do post, dudu.

    Ahh, e adorei a história do cachorro. ausahsuash!

  3. Gostei, viu!
    E é mto verdade q por mais dificil q seja na hora da decisão, fazer oq é correto vale a pena mesmo, afinal edifica, dá paz, alegria, sossego.

    Ps.: A história do cachorro é mto parecida com a do teatro “O auto da compadecida”. rs

    Abç

  4. Oi Ana! Creio que a felicidade(que é aquilo que todos buscam) está intimamente associada com as escolhas certas, Ana… A frase da música faz todo sentido com a idéia do post…

    Grande Betinho! Que bom que gostou do post… É fato que o correto nem sempre é fácil(muitas vezes é o contrário) e que nem tudo que é fácil é correto… A história do cachorro é hilária…

    Olá Isa! Dá pra medir se o que estamos fazendo é correto quando investigamos se aquilo que está sendo feito edifica, traz paz, alegria…

    Bjo pra vocês meninas!!! Grande abraço, Betinho!!!

  5. Oi Eduardo, aqui estou eu novamente… não poderia deixar de comentar esse seu texto. Muito bom! Depois de ler fiquei lembrando de mim mesma e de minhas escolhas. Como mãe, educadora, evangelizadora, não tem como fugir ao desafio de estar sempre lembrando de ICo 10:23.
    Optar pelo correto, na maioria das vezes, não é mesmo o caminho mais fácil porém, como diz ICo 10:31 “… fazei tudo pela glória de Deus”.
    Aí está o que edifica!!!
    Abração!

  6. Olá Maria Goretti!!! Bom saber que gostou do texto… Temos a certeza de que fazer tudo pela glória de Deus, necessariamente, não significa ser o mais fácil…
    Que a nossa opção seja sempre pelo que é correto! Se o correto for fácil, melhor ainda…

    Abração pra você!
    Fica no Pai!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *