Mudança de Foco

(este texto faz parte da série de textos Bem Casados e foi pensado para ser lido junto com seu namorado(a), noivo(a) ou conjuge)

“E por que reparas tu no argueiro que está no olho do teu irmão, e não vês a trave que está no teu olho? Ou como dirás a teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho, estando uma trave no teu? Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então cuidarás em tirar o argueiro do olho do teu irmão”. Mateus 7:3-5

Há dois tipos de pessoas neste mundo:os arrependidos e os que não admitem erros, aqueles que pensam sobre a vida e aqueles que não pensam, aquelas que sabem que precisam de Deus para mudar e aqueles que esperam que todos ao seu redor mudem.

Nós temos grande esperança no primeiro grupo. Pois enquanto escolhermos fazer vista grossa para nossa condição de homens e mulheres pecadores e para nossa própria maneira de relacionar baseada nesta condição, continuaremos a danificar nosso casamento.

Queremos que nosso conjuge experimente a realidade de olhar para o outro e ver que  “Ela está realmente mudando!” ou “Ele está realmente pensando no impacto de suas atitudes em mim!”. Tais pensamentos geram tanta esperança! Eles despertam tanto desejo! E, com isso, algo começa a remexer dentro de nós: “Uau, isso está ficando bom! Isto é, podemos realmente conquistar algo se continuar assim”

E a verdade é que isso acontece somente quando mudamos a direção do “o que você precisa mudar” para “o que eu preciso mudar”; quando aceitamos nosso destino – de que tudo gira em torno de nossa transformação e de nossa boa vontade de sermos Santificados. E, assim, aprendermos a amar.

Discuta: Em quais situações, deposito em você a responsabilidade da mudança?

Ore: (ambos oram) “Querido Deus, eu te peço para abrir meus olhos acerca de todos os meus jeitos de relacionar que sejam focados em me satisfazer, me proteger e me sentir especial. Eu quero mudar. Me ajude em mudar meu foco em querer que ele(a) mude, para deixar Você me mudar.”

Aja: Liste os dois pontos que você mais precisa mudar em relação à sua atitude para com seu conjuge e convide um amigo para te ajudar nessa empreitada, orando por você e te cobrando semanalmente.

PS.: texto traduzido de “Love and War Devotional for Couples” de John Eldredge

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *