O jardim do amor

“tendo ingressado no jardim do amor,

Deparei-me com algo inusitado :

Haviam construído uma capela

No meio,  onde eu brincava no gramado.

E ela estava fechada ; ‘tu não podes’

Era a legenda sobre a porta escrita.

Voltei-me então para o jardim do amor,

Onde crescia tanta flor bonita,

E recoberto o vi de sepulturas

E lousas sepulcrais, em vez de flores ;

E em vestes negras  e hediondas os padres  faziam rondas,

E atavam com nó  espinhoso meus desejos e meu gozo. ”

William Blake

Homero Castro

Sobre Homero Castro

Nome: Homero Resende Castro Nasci em 1979 em Belém do Pará, moro em Belo Horizonte desde 1989. Sou formado em História pela Universidade Federal de Minas Gerais. Desde 1999 trabalho como missionário na associação Alvo da mocidade. Eu e minha maravilhosa esposa, Camila temos duas filhinhas lindonas, Helena e Elisa, e uma sapeca cadela chamada Leona.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *