Gente grande

No capítulo 9 do livro de Atos Saulo tem uma experiência reveladora e transformadora. A visão de Deus daquele zeloso judeu foi totalmente alterada. Literalmente tudo caiu por terra.

Jesus se revelou para aquele homem que diante de tal transformação teve seu nome alterado para Paulo e sua vida passou de perseguidor a pregador e perseguido pelo nome de Jesus. Paulo ficou cego durante 3 dias, e durante esse período ele jejuou e orou. Imagino Paulo reorganizando seus pensamentos, com espírito agora manso, coração humilde, permitindo que Deus atuasse em todo o seu ser.

No capítulo 3 do Evangelho de João, ao ser informado que Jesus também estava batizando, o popular João Batista abre espaço para a principal personalidade da história da humanidade ao dizer: “Convém que ele cresça e que eu diminua.” Jo 3:30

Com essas duas passagens em mente, penso na mudança radical que Jesus provocou na vida desses homens. Na humildade e seriedade com que perceberam e viveram o Cristo.

E penso na minha própria vida; por que a única que coisa que tende a crescer em mim é meu próprio ego, minha vaidade, meu egoísmo? Eu quero ser grande! E ainda cometo o pecado absurdo de usar Jesus para isso. Pedidos egoístas, materialistas, mentalidade egocêntrica. Eu cheio de “eu” mesmo.

Desprezível a minha condição. Mas graças dou porque temos um Deus transformador e misericordioso. É Nele que derramo meus pecados e deposito minha confiança.

É para Ele que peço novos olhos, um novo coração e coragem para viver novas atitudes.

“Que o Senhor cresça, e eu diminua.”

Cooperador de Cristo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *