Fermento

Advertiu-os Jesus: “Estejam atentos e tenham cuidado com o fermento dos fariseus e com o fermento de Herodes”.
(Marcos 8:15)

 

O fermento é um fungo responsável pelo crescimento da massa do pão. Ele faz toda uma massa crescer. Jesus usa a mesma ideia de crescimento nesse texto, mas, logicamente, não fala de algo físico e sim de algo espiritual. A massa seria o nosso coração, o fermento poderíamos colocar como ideias, filosofias, atitudes.

Qual era o fermento dos fariseus?

Sem dúvida o fermento deles é o legalismo religioso, a hipocrisia. Impressionante como esse fermento é fácil de encontrar nas “esquinas da vida”. Produto altamente disseminado, principalmente no meio religioso. E como esse fermento é potente, como leveda rapidamente um coração! Características desse fungo: regras acima das vidas, intolerância, cruzadas, sectarismo.

Qual era o fermento de Herodes?

Uma vida liberal, entregue aos prazeres da vida, sem responsabilidades morais. “Comamos e bebamos pois amanhã morreremos” seria seu lema! Produto altamente disseminado também, em um mundo onde o hedonismo (busca do prazer acima de tudo e todos) fala alto. Pessoas que vivem como canta o poeta: “vida louca vida,
vida breve, já que eu não posso te levar, quero que você me leve”. Um homem que preferiu as últimas da Grécia do que as velhas do povo Judeu. Um homem coração de Alexandre. Características desse fungo: Egoísmo, hedonismo, escravidão de prazeres, insanidade.

Mas existe um terceiro fungo – O fermento do Reino! Jesus veio à terra para propagar e propiciar o Reino. Ele entra (“Porque o reino de Deus está dentro de vós”- Lucas 17:20-21) como uma pequena semente (Marcos 4:31-32) em nossos corações e cresce como um fermento!

A pergunta que fica para mim é: Que tipo de fungo tem levedado meu coração? O que está crescendo dentro do meu coração?

Qual fermento você tem comprado e usado?

Abraço a até a próxima!

Homero Castro

Sobre Homero Castro

Nome: Homero Resende Castro Nasci em 1979 em Belém do Pará, moro em Belo Horizonte desde 1989. Sou formado em História pela Universidade Federal de Minas Gerais. Desde 1999 trabalho como missionário na associação Alvo da mocidade. Eu e minha maravilhosa esposa, Camila temos duas filhinhas lindonas, Helena e Elisa, e uma sapeca cadela chamada Leona.

3 comentários sobre “Fermento

  1. Legal demais Homerão!

    Tenho lutado para usar sempre o fermento do Reino. Alguma vezes, entretanto, caem pitadas de outros ingredientes baratos. Há certas filosofias impregnadas em nós porque disseminadas pela TV, internet, rádio…Mas acho que somos sobreviventes, não é mesmo “carpe diem”? rsrs

  2. Mt 13.33 Outra parábola lhes disse: O reino dos céus é semelhante ao fermento, que uma mulher toma e introduz em três medidas de farinha, até que tudo esteja levedado.

    O objetivo do fermento é levedar toda a massa e não apenas uma parte. Que possamos deixar o fermento do Reino “levedar-nos” por inteiro para que não sejamos contaminados com os fermentos dos fariseus e de Herodes. Mas que grande batalha é esta!

    Muito bom o post Homero!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *