Entre o querer e o fazer

Todos dizem sim! Desejamos bênçãos. Desejamos salvação.

Infidelidade parece pertencer ao DNA da raça humana. Quando não concretizamos na prática, através de um só pensamento somos condenados.

É difícil cumprir todas as promessas.  E Deus sabe disso. Deus se mantem fiel enquanto demonstramos infidelidade.

Mas creio que Ele deseja que estejamos no Caminho, mesmo sabendo que durante o processo tropeçaremos diversas vezes.

Mas apesar de dizermos “sim, Senhor!” ; “obrigado, Senhor!”; “Amém, Senhor!”; “Aleluia, Senhor!”; muitos não desejam verdadeiramente estar com o Senhor. Não buscam andar no Caminho.

Quando vamos para uma festa num local desconhecido procuramos o endereço. Muitas vezes buscamos referências, perguntamos, colocamos GPS para nos guiar. Mas só chegamos no local desejado se trilharmos o caminho correto. Se você não sair de casa não chega a lugar algum.

Porque pensamos que com as coisas de Deus seria diferente? Ou você está no Caminho ou não chega a lugar algum (ou chega em outro endereço). Tem gente que acha que andar com Cristo é piscina gelada, põe o pezinho, tira o pezinho.

Entre o querer e o fazer existe um grande abismo. E esse abismo é preenchido com uma cruz. Se não nos enfrentarmos, a preguiça e desculpas esfarrapadas nos manterão afastados do Alvo.

Deus é dinâmico. Selvagem. E fiel. Ele quer você. Mas antes, deseja ardentemente que você realmente O queira.

Cooperador de Cristo.

2 comentários sobre “Entre o querer e o fazer

  1. Sensacional o post, Bernardão! Eu acho que o critério para qualificarmos nossa relação com Deus está nesse espaço aí, entre o querer e o fazer…

    Grande abraço, amigão!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *