Em quem tenho me tornado?

Os ídolos deles, de prata e ouro, são feitos por mãos humanas.
Têm boca, mas não podem falar, olhos, mas não podem ver;
têm ouvidos, mas não podem ouvir, nariz, mas não podem sentir cheiro;
têm mãos, mas nada podem apalpar, pés, mas não podem andar; nem emitem som algum com a garganta.
Tornem-se como eles aqueles que os fazem e todos os que neles confiam.
Salmos 115:4-8

Triste pensar sobre essa possibilidade de fim…
Me tornar o sexo…
Me tornar o meu trabalho…
Me tornar o em poder…
Me tornar meu time de futebol…
Me tornar meu hobby…
Me tornar dinheiro…

Essa transformação vem acompanhada com o fato de…
não termos mais o que falar…
não termos mais como olhar com os olhos da fé, o olhar misericordioso, o olhar sobre a criação…
Deixarmos de ouvir o próximo e o nosso verdadeiro Deus…
Deixarmos de sentir o aroma agradável de Cristo…
Deixamos de lado o tato, o contato, o abraço, o carinho…
Os pés deixam de nos levar aos lugares altos, não nos enviam a anunciar as boas novas…
O silêncio e a solidão tornam-se companheiros do dia a dia…

Que possamos mirar no único Deus verdadeiro! Meu desejo é me tornar como Ele! Aquele que enche minha boca de boas novas. Que me estimula a olhar ao próximo e desenvolver olhos de fé. Que me chama a ouvi-lo e a ouvir o próximo. Que me faz sentir cheiros melhores que as das mais preciosas especiarias. Desenvolve meu tato, meu contato. Que me faz subir aos lugares altos para contempla-lo. Que me faz emitir palavras de gratidão, confissão, salvação e edificação.
Um Deus vivo nos transforma em “humanos vivos”
Que assim seja!

Abraço e até a próxima!

Homero Castro

Sobre Homero Castro

Nome: Homero Resende Castro Nasci em 1979 em Belém do Pará, moro em Belo Horizonte desde 1989. Sou formado em História pela Universidade Federal de Minas Gerais. Desde 1999 trabalho como missionário na associação Alvo da mocidade. Eu e minha maravilhosa esposa, Camila temos duas filhinhas lindonas, Helena e Elisa, e uma sapeca cadela chamada Leona.

Um comentário sobre “Em quem tenho me tornado?

  1. Também quero me tornar como Ele, amigão!

    O salmista parece nos ensinar que nos tornamos aquilo que adoramos…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *