As duas varas

Eu me tornei pastor do rebanho destinado à matança, os oprimidos do rebanho. Então peguei duas varas e chamei a uma Favor e a outra União, e com elas pastoreei o rebanho.   (Zacarias 11:7)

Esse verso mexeu muito comigo! Um Deus que assume o controle depois de notar que seus pastores não cuidavam de suas ovelhas. O método de Deus como pastor? Vara! E não apenas uma, mas duas. Vara do favor e vara da União! Essa é a forma como Deus cuida de suas ovelhas, com graça e unidade.

Mas, o que me deixa mais perplexo no texto é que as ovelhas rejeitam Deus como pastor! Ovelhas que preferem os pastores mercenários. Aqueles que as levam para o matadouro, que as tratam como mercadorias. Uma pena! Ovelhas cegas, que preferiram a ração colocada para a engorda. Que preferiram os currais ao invés da liberdade. Que preferiram ser apenas mais um número do que ser a amada!

Ainda bem que não sofremos mais isso! rsrs

Devia ser difícil essa época de Zacarias!

Abraço e até a próxima!

Homero Castro

Sobre Homero Castro

Nome: Homero Resende Castro Nasci em 1979 em Belém do Pará, moro em Belo Horizonte desde 1989. Sou formado em História pela Universidade Federal de Minas Gerais. Desde 1999 trabalho como missionário na associação Alvo da mocidade. Eu e minha maravilhosa esposa, Camila temos duas filhinhas lindonas, Helena e Elisa, e uma sapeca cadela chamada Leona.

2 comentários sobre “As duas varas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *