Dever cumprido!

Preciso fazer uma confissão. Não faz muito tempo que eu pratiquei algumas coisas indignas de alguém que se identifica como um cristão. Eu sei que não deveria ser vingativo, mas acontece que não lutei contra isso e por muitas e muitas vezes eu fiz questão de procurar uma pessoa que me irritou para jogar na cara dela que eu não poderia aceitar o que ela fez comigo e que por causa disso eu faria o mesmo com ela. Eu buscava não deixar dúvidas para essa pessoa que eu não descansaria enquanto eu não deixasse bem claro o quanto era ruim o que ela fazia com os outros, mas provava isso para ela através das mesmas atitudes para que ela provasse do próprio veneno. Dever cumprido! Não tem muito tempo e eu ofendi várias pessoas ao meu redor e mais, depois eu nem me lembrava de nada, simplesmente fingia que nada havia acontecido. Acho que estou sendo um pouco genérico, vou ser um pouco mais preciso com relação ao que eu já fiz recentemente, certa vez estava em uma fila que se dividia em duas e depois se encontrava mais adiante novamente em uma única fila, pelo fluxo natural das pessoas a pessoa da fila ao lado entraria na minha frente, mas eu simplesmente estendi a minha mão e empurrei essa pessoa para que eu entrasse na frente dela. Parece absurdo não é? Mas em outra ocasião eu não consegui chegar à frente da pessoa, então eu fiquei atrás dela empurrando e gritando com ela para ver se ela desistia e me deixava passar, ou pelo menos fazia questão que ela experimentasse as piores sensações possíveis enquanto estava na minha frente. Dever cumprido!

 

Eu não sei o que passou na sua cabeça enquanto você lia todas essas coisas que eu já fiz, mas gostaria que você avaliasse o que você tem feito! Quantas vezes você já ficou atrás de um carro piscando farol alto apenas com a intenção de incomodar o motorista da frente? Quantas vezes você já fechou o carro ao lado de propósito para que ele não passasse a sua frente e ainda se sentia bem quando ele não conseguia te passar? Quantas vezes você já ofendeu os motoqueiros? Quantas vezes eu já ultrapassei um carro e fiquei fazendo hora só para irritar o motorista do carro de trás?

 

Quantas vezes você já pediu perdão por isso?

 

1CO 6:7 – “Por que não preferem sofrer a injustiça? Por que não preferem sofrer o prejuízo?”

MT 5: 38-39 – “Vocês ouviram o que foi dito: Olho por olho e dente por dente. Mas eu lhes digo: Não resistam ao perverso. Se alguém lhe ferir na face direita, ofereça-lhe também a outra.”

 

Tenho tentado não separar a minha vida cristã da minha vida no trânsito!

3 comentários sobre “Dever cumprido!

  1. Obrigado pela reflexão, amigão! Não escapo dessa mesma realidade. Que possamos aprender a ser mansos!

    Abraço

  2. Acho que não consigo imaginar vc gritando em uma fila… Parece que está falando de outra pessoa. Quando escreveu chegou a duvidar que tivesse feito isso?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *