Coração dilatado

Eu não sei como Deus fala com você ou como você ouve a Deus. Comigo, normalmente é através das Escrituras. Parece que algumas coisas saltam do texto como se adquirissem vida própria, ou algum versículo ficasse em negrito ou a voz de Deus começa a sussurrar nos meus ouvidos aquilo que Ele deseja dizer.

Foi assim, recentemente. Eu estava no meio do acampamento. Era segunda-feira de Carnaval. A turma foi dividida em pequenos grupinhos. Era hora dos estudos. Em meio às atividades, uma revelação profunda e emocionante. O texto saltou, ficou em negrito e a voz se pronunciou… Pronto! Eu não precisava de mais nada naquele Carnaval.

“… recolheste as minhas lágrimas no teu odre…” (Salmo 56:8)

As palavras do salmista ecoaram no fundo da minha alma! A voz sentenciou:

“Sabe as vezes que você chorava, Du? Eu estava lá. Eu sempre estive do seu lado, todo o tempo. Você nunca chorou sozinho. Suas lágrimas não eram produzidas em vão. Enquanto você as derramava, eu recolhia todas elas no meu odre. Minha intenção não é colecionar lágrimas! É te mostrar que você nunca chorou sozinho. Mostrar que Eu conheço cada uma das suas lágrimas e sei a razão de todas elas…”

Enquanto escrevo esse post, sinto-me arrepiado, como se Deus estivesse do meu lado me ajudando a escrever. Os olhos estão começando a embaçar, como se soubessem que as glândulas lacrimais fossem acionadas mais uma vez.

A conclusão de tudo isso?

lágrimaA conclusão de sempre quando a voz de Deus é pronunciada. Sinto-me mais forte para enfrentar qualquer obstáculo que a vida me trouxer. A certeza de que eu nunca vou chorar sozinho me encoraja a lutar contra qualquer ‘gigante’ desse mundo!

Descobri que o nosso Deus anda do nosso lado com um odre e, ao invés de vinho, ele carrega lágrimas.

O vinho, dilata o odre no processo de fermentação. A lágrima, dilata o coração no processo de transformação.

Que venham novas lágrimas! Afinal, descobri no Salmo 56 que elas nunca caem no chão…

Um grande abraço!!!

Eduardo Victor

Sobre Eduardo Victor

Mineiro de Belo Horizonte, 33 anos, cristão e missionário em Alvo da Mocidade. Apaixonado pelas Escrituras, tornei-me um sonhador quando descobri que Deus pode nos surpreender com as coisas mais simples e inusitadas desta vida...

4 comentários sobre “Coração dilatado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *