Como uma criancinha

“Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos tornardes como crianças, de modo algum entrareis no reino dos céus.” Mt (18:3)

Crianças estão abertas para receber o devido aprendizado. Crianças obedecem a seus pais. A criança é totalmente depende de seus pais. Além disso, elas acreditam, confiam nos pais.

Quero ser como uma criancinha. Quero amar a Deus com intensidade, confiança e quero ser totalmente dependente do Pai.

Muitas vezes minha confiança é depositada em pessoas, minha esperança investida em negócios ou bancos. Muitas vezes meu coração quer ser independente, e digo: “Pai, já estou grande, pode ir. Deixa que faço isso sozinho, do meu jeito! Não tenho tempo pra suas coisas. Sei o que é melhor pra mim.”

E vejo um mundo independente do Pai, de adultos infantilizados, mascarados por materiais transitórios que possuem ou desejam possuir.

Mascarados por plásticas, por roupas, carros, por vidas virtuais…

Insatisfeitos, mudamos de emprego, de apartamento, de igreja, de academia. Mudamos de esposas (uma, duas, três, quatro vezes…), mudamos até mesmo de filhos. E não mais sabemos quem realmente somos, e nos esquecemos dos Pai, de seus ensinamentos e de seu amor.

Acompanhamos o noticiário, desanimados, infelizes e revoltados. Nossas conversas giram em torno dos nossos anseios, cada vez mais carnais, impulsivos e fúteis.

Perdemos nossas origens….de filho amado, de jardineiro do Éden, de pregador do evangelho, de pecador salvo por um Deus crucificado.

“Oh Senhor, eis aqui meu coração, dobrado diante de ti. Perdoa minha independência louca, miserável. Quero viver totalmente dependente de ti, aprendendo do Senhor a cada dia. Uma vida obediente e simples…como uma criancinha quero andar de mãos dadas com o Senhor.”

“Não se atemoriza de más notícias; o seu coração é firme, confiante no Senhor.” Sl (112:7)

Cooperador de Cristo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *