O cesto de lixo do banheiro

Eu sei que você deve estar estranhando esse título, mas não tem nada de errado com o post de hoje. É sobre um cesto de lixo de banheiro que vamos conversar nessa sexta-feira. Pra explicar a intenção do post, é necessário contextualizar.

Acho que a maioria das pessoas já sabem que eu me mudei de BH recentemente. Já são (porque o tempo passa rápido) 4 meses de Brasília. Não consigo descrever o que tem se passado por aqui. A intensidade e o volume de experiências vividas nestes 120 dias não caberiam em um único post.

Quando aceitei dizer sim ao desafio de vir para Brasília, várias coisas começaram a ocupar minha mente. Dentre elas, a preocupação com a casa nova. “Meu Deus!!! Eu não tenho nem garfo e faca…”, pensava. No final do ano eu queria sair para fazer compras e começar a adquirir as coisas básicas para minha nova casa. Lembro-me do comentário do Homero: “Acho que você não deveria gastar dinheiro com nada disso agora, amigão! Talvez você ganhe algumas coisas para o sonho de Brasília. Se eu fosse você, esperava.” 

Dito e feito! Alguns dias depois, cheguei despretensiosamente na casa da minha namorada Ana Luisa (que é, diga-se de passagem, muito linda e um presente de Deus na minha vida) e fui recebido com uma festa. Estavam me esperando pra dizer que o sonho não era apenas do Eduardo. Deus parecia ter convidado outras pessoas pra viverem esse desafio comigo. Eu fiquei bastante constrangido, muito surpreso e extremamente grato. Além de garfos e facas, ganhei muitas (mas, muitas) outras coisas. Dentre elas, um cesto de lixo do banheiro.

Sabe por que resolvi falar do cesto de lixo do banheiro?

Porque o banheiro daqui de casa é pequeno e cada centímetro dele vale ouro. Se eu mesmo tivesse ido comprar o cesto, certamente compraria um tamanho maior do que aquele que ganhei. Se ele fosse menor do que é, seria um cesto praticamente inútil. Acabei descobrindo algo espetacular: o cesto de lixo do banheiro é perfeito!!! Parece ter sido escolhido sob medida.

Foi num dia desses, exatamente dentro do banheiro, olhando para o cesto que Deus sussurrou:

“Eu sei do que você precisa e vou cuidar de tudo! Será que você pode continuar confiando em mim?”

Você já começou a chorar por causa de um cesto de lixo do banheiro?

Eu já… E tem sido assim, de jeito totalmente inusitado, que Deus tem pronunciado o seu “Tamo junto”!

“E o meu Deus, segundo a sua riqueza em glória, há de suprir, em Cristo Jesus, cada uma de vossas necessidades.” (Fp.4:19)

Um grande abraço!!!

Aproveito a ocasião para agradecer publicamente ao meu amigo Elias, que foi quem me presentou com o cesto de lixo! Ele não fazia ideia do quanto esse cesto seria importante naquele banheiro.  

 

Eduardo Victor

Sobre Eduardo Victor

Mineiro de Belo Horizonte, 33 anos, cristão e missionário em Alvo da Mocidade. Apaixonado pelas Escrituras, tornei-me um sonhador quando descobri que Deus pode nos surpreender com as coisas mais simples e inusitadas desta vida...

3 comentários sobre “O cesto de lixo do banheiro

  1. Sensacional Edu. A emoção dos seus últimos posts tem encurtado as distâncias. Que Deus continue cuidando de vc amigo. Abraços

  2. Depois você não sabe da onde vem minha convicção de que Deus está com você!!!!

    Amo você, meu amigo!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *