Brincadeira de mau gosto

Era alguém cheio do Espírito Santo. Tinha história com Deus. Sua vida já havia influenciado muitas outras. Seu nome passou a ser uma referência.

Todos sabiam quem ele era. Tanto aqueles que tinham a mesma fé que ele, quanto aqueles que não viviam com Deus. Sabiam sobre sua relação com Deus, seus princípios.

O que fazia dele alguém comum, era o fato de que, assim como todos os outros, ele também era pecador. Todos se lembravam disso. Quem se esqueceu desse fato foi ele.

Resolveu brincar com o pecado. O pecado nunca gostou de brincar. A brincadeira, então, ficou séria.

Anestesiado pelo pecado.

Insensibilidade.

Consciência sequestrada.

GARGALHADAS.

Voz do Espírito abafada.

Mudez.

Relativização de princípios.

DEBOCHES.

Cegueira.

Valores distorcidos.

Surdez.

Relação com Deus rifada.

IRONIAS.

Embotamento espiritual.

Brincadeira de mau gosto.

“Os filisteus vêm sobre ti, Sansão! Tendo ele despertado do seu sono, disse consigo mesmo: Sairei ainda esta vez como dantes e me livrarei; porque ele não sabia ainda que já o SENHOR se tinha retirado dele.” (Jz.16:20)

Você conhece pessoas assim? Não adianta falar, aconselhar, instruir…

O jeito é orar pra brincadeira acabar rápido e esperá-los voltar com a conclusão de que eles acabaram virando o “bobo da corte”. O que o Sansão não sabia é que, sempre que a brincadeira é de mau gosto, o SENHOR se retira e não participa dela.

Você vai mesmo brincar com o pecado?

Um grande abraço!!!

 

Eduardo Victor

Sobre Eduardo Victor

Mineiro de Belo Horizonte, 33 anos, cristão e missionário em Alvo da Mocidade. Apaixonado pelas Escrituras, tornei-me um sonhador quando descobri que Deus pode nos surpreender com as coisas mais simples e inusitadas desta vida...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *