Além do Copo Meio Cheio

Quando eu tinha 17 anos tive um acidente de carro. Estavam eu, meu pai e minha prima.

Na época estava para fazer odonto então na hora da batida fiquei preocupada com os meus dentes e como ninguém me falava deles, peguei o retrovisor para ver o meu rosto.

Na hora eu vi, sabe a carne quando você pega para temperar? Meu rosto estava do mesmo jeito. Tudo que pude pensar foi: “ainda assim estou viva?!” Sempre vi aquele episódio com enorme gratidão.

Somos agentes da vida.

Tive o grande privilégio de encontrar com esta mulher de muita fibra semana passada. Sou muito grato pelo exemplo.

2 comentários sobre “Além do Copo Meio Cheio

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *