Ahhh..o ribeiro Besor

Hoje publico um antigo texto que escrevi em 2010. Acho que me é muito útil no momento. Espero que gostem,,,

******************************************************************************************

Acredito que na bíblia se encontram as palavras do Senhor e é por ela que devemos guiar nossas vidas.

Deus abençoou demais algumas pessoas e essas, além de terem seu nome gravado por toda a eternidade no livro sagrado, servem de inspiração e exemplo para nós.

Adoro Davi. Suas histórias são tão intensas e sua vida foi repleta de bênçãos e lambanças. Adoro Davi porque encontro semelhanças em nossas vidas.

Davi foi escolhido por Deus para ser Rei, ungido por Deus. Davi lutou contra um gigante chamado Golias e o venceu. Davi vibrava com sua fé, dançava glorificando a Deus. Davi sentiu medo, fugiu, se escondeu no deserto, correu para os braços dos inimigos. Davi cometeu erros, tirou os olhos de Deus algumas vezes…cometeu adultério, assassinato. Davi se embaraçou tantas vezes, mas frequentemente sentia necessidade e voltava seus olhos e seu coração para o Senhor. E Deus é fiel e nunca abandonou Davi.

Sinto-me como Davi, ás vezes, ou muitas vezes.

Não fui escolhido para ser Rei, mas fui escolhido e tocado por Deus….e essa é minha maior vitória, meu maior tesouro e ninguém pode me tirar isso.

Muitas vezes também tiro os olhos e afasto meu coração de Deus…sempre faço lambanças e cometo erros. Sinto falta de olhar para Deus, de respirar sua Palavra e deixar me guiar por ela. Às vezes, ou frequentemente deixo-me levar pelo mundo humano.

E não consigo parar de pensar…”correr tanto pra quem, pra que, pra onde e por que?”

A história que mais gosto de Davi está em 1 Samuel 29 e 30.

Após ser perseguido por Saul, seu próprio rei, Davi se refugiou durante anos em terras inimigas. Davi e seu exército foram acolhidos por um filisteu chamado Aquis. Certa vez, os filisteus foram guerrear contra os israelitas e por gratidão, Davi e seus homens desceram para o campo de batalha para ajudar os filisteus. Aconteceu que, ao chegar no campo de batalha, os líderes dos filisteus temeram que no meio do combate Davi mudasse de lado para se reconciliar com Saul, o rei de Israel. Então mandaram que Davi retornasse com seus homens para a casa.

Após 3 dias de caminhada, Davi e seus homens depararam com sua cidade totalmente destruída. Os amalequitas haviam queimado e destruído tudo. Levaram cativas suas mulheres, filhos e filhas, além de todos os animais e bens preciosos.

Todos choraram até perderem suas forças e Davi ficou angustiado, pois seus homens falavam em apedrejá-lo.

Mas a bíblia diz: “porém, Davi se reanimou no Senhor, seu Deus.” 1 Sam (30:6)

Davi, em meio a tanto desespero e dor, olhou para Deus e se animou. Consultou se deveria perseguir o inimigo e Deus lhe garantiu vitória. Agora era “arregaçar as mangas” e fazer sua parte.

Partiu Davi com seu exército de 600 homens e foram atrás dos inimigos. Tente penetrar na história….viemos de 3 dias de caminhada, encontramos nossas casas destruídas, nossas famílias desaparecidas. Perdemos tudo…sentimos cansaço, dor, desespero e raiva. Agora temos que perseguir um inimigo que não sabemos onde está nem quantos são.

No caminho encontramos um ribeiro, o ribeiro de Besor. Que tal descansar um pouco? Sombra e água fresca para recuperar as forças. Duzentos homens não agüentaram e ficaram no ribeiro de Besor. Davi seguiu com 400 homens até encontrar seus inimigos. E guerrearam um dia inteiro. A bíblia nos diz que Davi salvou tudo. Não faltou ninguém ou coisa alguma, nem grande nem pequena. Depois de pegar tudo e todos, seguiram para o ribeiro de Besor e encontraram com os 200 homens que não puderam (ou não quiseram) seguir.

Eu não paro de pensar qual seria a cara da minha filha ou da minha esposa, vindo num cavalo ou nos braços de um amigo, enquanto eu descansava debaixo de uma sombra, bebendo água fresca e esperando que algo acontecesse.

A vida é repleta de batalhas, algumas podemos vencer, outras temos que perder. A vitória vem do Senhor e por isso sempre devemos olhar para Ele.

O importante é nunca desistir, não podemos nos entregar e parar num “ribeiro de Besor”, a não ser que o Senhor ordene. Se não fizermos, alguém fará…e sempre ficaremos pensando: “poxa vida, por que eu não lutei mais?”

A batalha é diária e contínua…casamento, trabalho, relacionamentos, doenças, miséria e injustiças. Assim como as batalhas, os ribeiros estão ao nosso alcance. Talvez um remedinho ou um “amanhã eu resolvo”. Ou “eu não consigo mesmo”, ou “por que a minha vida é tão difícil?”.

Na vida temos quer fazer escolhas difíceis. Olhe para Deus e siga em frente. Não pare de lutar, não desista. Não estacione numa zona de conforto, sempre podemos ir mais além.

Obrigado Senhor, por sua Fidelidade.

Cooperador de Cristo

Um comentário sobre “Ahhh..o ribeiro Besor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *