A morte de Jeremias

Dia 2 de Junho de 2009 foi um dia triste para mim! Estava em minha mesa, estudando, quando, de repente, ouvi minha esposa gritar: aaaahhhhhh!!!! Logo pensei: um rato! Mas não era nada disso, e ela completou, em meio ao choro: “O Jeremias morreu!!!!” Me levantei rapidamente e me dirigi a área de serviço parando em frente a gaiola onde viveu, durante 10 anos, o nosso adorado canário belga: Jeremias.

Jeremias
Jeremias

Acho que todos já tiveram experiências com algum animal que despertou sentimentos de carinho ao longo da vida. Com certeza, Jeremias foi um destes! Todo dia quando eu chegava na cozinha, logo cedo, para tomar café, sempre o encontrava, na janela, olhando para o horizonte, enchendo o peito e abrindo o bico para uma linda melodia! Várias vezes admirei seu canto, como se fosse um show particular para mim. Não sei de onde ele tirava tanta força visto que era um pequeno animal, extremamente frágil. Mas, o fato é que, diariamente ele estava lá, cheio de vigor e  energia, enchendo minha casa com um belo canto. Vejo que meu canário, sem dúvida nenhuma, foi um grande modelo de pássaro de estimação!

JEREMIAS LAMENTANDO A DESTRUIÇÃO DE JERUSALÉM-Rembrandt
JEREMIAS LAMENTANDO A DESTRUIÇÃO DE JERUSALÉM-Rembrandt

Quando pensei em sua morte me lembrei de seu xará, um homem que viveu em Jerusalém (e no Egito, no fim da vida) durante  a virada do século VI a.C.. Assim como Jeremias pássaro foi um modelo de pássaro, creio que o Jeremias homem foi um modelo de homem. Entendo que o ser humano procura um modelo de homem num mundo cada vez mais desumano, para agir como um ser moral responsável, não vivendo à deriva como um “objeto inanimado” qualquer. Para mim Jeremias se encaixa nesse modelo, tendo como qualidades marcantes em sua vida a bondade, a virtude e a excelência! (quem quiser se aprofundar na vida de Jeremias pode ler os dois livros de sua autoria no Antigo Testamento: Jeremias e Lamentações).

Competindo com os cavalos:corra com os cavalos

Logo no capítulo 12 do livro de Jeremias creio que existe um episódio que marcou profundamente a vida desse homem. No verso 5 vemos ele sendo desafiado por Deus com as seguintes palavras: “Se você correu com homens e eles o cansaram, como poderá competir com os cavalos? Se você tropeça em terreno seguro, o que fará nos matagais junto ao Jordão?”

Imagino que, em outras palavras Deus estava dizendo o seguinte à Jeremias: ” A vida é difícil, Jeremias. Você vai desistir diante da primeira onda de oposição? Vai se refugiar em casa no instante em que descobrir que multidões de pessoas estão mais interessadas em manter seus pés aquecidos do que viver em perigo para a glória de Deus? Quer arrastar-se com a multidão ou almeja correr com os cavalos?”

A vida de Jeremias foi a sua resposta: “Eu correrei com os cavalos!”

O segredo de Jeremias:

Mas eu me pergunto: Mesmo sendo desafiado por Deus como Jeremias conseguiu viver uma vida constante de bondade, virtude e  excelência? Creio que o segredo desta vida constante se encontra em uma palavra permeada em todo o livro de Jeremias (onze ocorrências em todo livro: 7:13/7:25-26/11:7-8/25:3/25:4/26:5/29:19/32:33/35:14/35:15/44:4): “Hashkem” (“Shechem”). Esta palavra que foi traduzida na bíblia como “começando de madrugada” e também tem como significado “ombro”. Com o tempo o substantivo “ombro” resultou em um verbo que significa: “carregar o lombo de animais para um dia de viagem” (naquela região os mercadores tinham que sair ainda de madrugada para uma viagem, pois assim poderiam evitar o sol quente).

Esse é o sentido da palavra encontrada nesses textos e que nos mostram o seu segredo. Por exemplo:”Durante 23 anos (…) tem vindo a mim a palavra do Senhor, e, começando de madrugada, eu vo-la tenho anunciado; mas não escutastes”(Jeremias 25:3). Durante todos esses anos ele levantava bem cedo, se enchia de carga e saía para transmitir as palavras do Senhor ao povo. E, por 23 anos o povo, indolente e preguiçoso, nada ouviu. Mas para ele, o dia era do Senhor e não do povo. Ele não saía de casa sem colocar a carga, sempre estava cheio e com novidades da parte do Senhor. Era isso que o mantinha, que o ajudava a vencer frustrações e obstáculos em seu dia! Quantas vezes saio de casa vazio, sem ouvir o que Deus tem para mim e para os outros. Quantas vezes vivo de “achismos” em vez de viver na certeza da palavra de Deus. Creio que um dos maiores segredos da constância seja essa vida de “carregar o lombo para um dia de viagem”.

Nesse sentido vejo muitos paralelos entre os dois Jeremias citados no texto: ambos, todos os dias estavam constantes. Faça sol ou faça chuva, frio ou calor e mesmo com suas fragilidades, ambos tinham uma linda canção para entoar a cada manhã! Mas o paralelo que mais me preocupa é que ambos estão mortos! Precisamos de mais Jeremias em nosso meio, homens e mulheres com mensagem, com conteúdo de vida, que sejam modelos de bondade, de virtude e de excelência! Homens e mulheres que demonstrem através de suas vidas um cântico maravilhoso de ser ouvido e copiado!

Gostaria de deixar duas perguntas para uma reflexão pessoal (quem quiser deixar a resposta no comentário vai ajudar muito todos nós!):

  • Você está disposto a correr com os cavalos?
  • De que forma você se avalia com o “carregando o lombo para um dia de viagem”?

* Boa parte dessa reflexão foi extraída do livro “Ânimo” de Eugene H. Peterson, que sugiro a qualquer um que queira se aprofundar no livro de Jeremias!

Homero Castro

Sobre Homero Castro

Nome: Homero Resende Castro Nasci em 1979 em Belém do Pará, moro em Belo Horizonte desde 1989. Sou formado em História pela Universidade Federal de Minas Gerais. Desde 1999 trabalho como missionário na associação Alvo da mocidade. Eu e minha maravilhosa esposa, Camila temos duas filhinhas lindonas, Helena e Elisa, e uma sapeca cadela chamada Leona.

11 comentários sobre “A morte de Jeremias

  1. Amigo, foi o post que mais mexeu comigo! Muito doido!
    Eu quero correr com cavalos. Mas para isso preciso ter uma vida constante e esta vem só com o “Hashkem” (”Shechem”)! né não? achei muito doida essa ideia. Muitos dias saímos de casa vazios. Sem nada a dizer. Aí a gente encontra um e outro na rua e dispara a falar. Cheios de “achismos”. Quando na realidade não estamos nem sabendo o que é melhor pra gente. A minha avaliação não é muito positiva não… Talvez seja até melhor eu pensar em colocar a carga antes de sair de casa, do que deixar pra recuperar o dia ao chegar! Muito melhor sairmos com toda a bagagem (cheio e com novidades do Senhor) pra inclusive lidar bem com os desafios dos nossos dias.
    Vou fazer isso…
    Obrigado!

  2. Tadiiiinho do Jeremias! Morte de animal de estimação é tão ruim, tão sentido…
    Mas enfim, gostei muito do post, Homero!
    Eu acho que me perco muito nas atividades do dia-a-dia e muitas vezes não me preparo adequadamente. Acho inclusive que tenho piorado, tô “crescendo e ficando boba” hehe. Mas obrigada pelo post, de fato preciso cuidar mais disso, me organizar melhor. Meu dia seria muito mais proveitoso, tanto pra mim quanto para os que estão ao me redor, se eu me preparasse melhor. E acho que é isso que Deus quer de nós mesmo… Acho que vivo muitas vezes mais como “povo” que como Jeremias…

  3. Coitado do Jeremias!!!
    Muito boa a reflexão Homero! Esses últimos dias Deus tem falado muito comigo sobre a forma que eu tenho usado meu tempo e me dedicado a Ele. Então esse post vem complementar que eu preciso colocar a bagagem nas costas e começar o meu dia com Deus. Ontem. o Du falou na reunião sobre presença de Deus e como devemos viver com Deus todo o tempo e saí desafiada a colocar isso em prática! Quero correr com os cavalos! Mas muitas vezes vem o desânimo e a correria do dia a dia e me tira do foco…
    Valeu pela reflexão! Abraços!

  4. Gostei muito do post também! Por acaso, você colocou o nome de Jeremias no seu pássaro por causa do Jeremias da bíblia? Hahaha, fiquei me perguntando isso!
    Mas enfim, é muito legal essa ideia mesmo… Seria bom saber que sou um modelo de homem (claro, eu sou mulher, mas vocês me entenderam, haha =D), saber que sou exemplo, assim como foi Jeremias!
    Estou disposta a correr com os cavalos sim! E isso de sair de manhã, cheia de conhecimentos cristãos e tals, nem sempre é assim comigo! Tem dia que eu acordo super empolgada com as coisas que eu li na bíblia no dia anterior, ou que eu escutei em palestras e estudos, mas tem dias que acordo vazia também… Como a Tati disse, a palestra que o dudu deu ontem, foi muito mara! Fez muito bem pra mim ouvir aquelas coisas, os 4 passos para experimentar a presença de Deus! Hoje foi um dos dias em que eu acordei mais empolgada e mais de bem com Deus! Fez realmente muito bem pra mim poder praticar as idéias que ouvi! É muito bom quando estamos correndo com os cavalos…

  5. Tadinho do Jeremias.. É mto ruim qdo um bichinho que a gente gosta mto morre!
    Tem um versículo que eu gosto muito, acho que todos deveriamos começar o dia assim:
    “Faze-me ouvir a tua benignidade pela manhã, pois em ti confio; faze-me saber o caminho que devo seguir, porque a ti levanto a minha alma.” (Sl143:8)
    Acho que é o primeiro passo para correr com cavalos…

  6. Então, as coisas não rendem e fico mal quando saio de casa sem ter preparado meu lombo para a carga que virá no dia! esta é uma luta diária minha!
    obrigado pela reflexão!

  7. Depois dessa passagem vale demais comentar…. esse post só não foi melhor que o da Maria…. concerteza já está sendo muito útil na minha vida essa passagem de Jeremias….
    Pelo menos 1 mês de reflexão….lol

  8. mtu bom homero… sempre gosto mtu dos seus textos…
    atualmente uma das coisas mais dificeis da minha vida é constância e esse post foi mtu desafiador pra mim, acho q vou começar a ler jeremias, sempre gostei mtu desse livro, lendo seu post fiquei com vontade…
    bju da um bjinho na helena por mim…

  9. Muito bom Homero! Desafio para mim de estar todos as manhas entoando o mesmo canto! Luta pela constância… Obrigado pelas idéias…

  10. Este post está Tremendamente maravilhoso, quero esvaziar Minhas bagagens do meu eu e encher do espírito santo e dividir com o povo que necessita ouvir a palavra, somos chamados pra ser resgatadores de almas pro reino, e ultimamente só visamos nosso problemas, quero me revestir do espírito santo e fazer o ide, correr com os cavalos, encher Minhas bagagens do alimento espiritual pra dividir com os aflitos, venho na manhã deste Dia pedir ao pai que diminua EU, Que ele cresça, me faça uma ganhadora de almas.
    Um abraço amigo tenha certeza que estou alimentada com tão maravilhosa reflexão, Deus abençoe sua vida poderosamente cada dia mais e mais

  11. :smile: muito impactante,mexeu comigo,pois já estava meditando sobre isso;sobre esse confronto de Deus,.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *