A Lição do Galo de Barcelos

O galo de cerâmica que é um ícone de Portugal tem suas origens em uma história antiga…

O Galo de Barcelos em um conceito bem mais moderno. Design de Gatafunchos.
O Galo de Barcelos em um conceito bem mais moderno. Design por gatafunhos.pt

Reza a lenda que houve em uma cidadezinha portuguesa um crime cujo culpado não fora encontrado. Um galego que peregrinava por aquelas bandas foi então acusado do crime, sendo assim condenado à morte. Em desespero, gritou ao juiz que jantava um galo assado, que tão certo era a inocência dele quanto aquele galo cantaria. Óbvio que o galo cantou, senão dificilmente seria uma lenda.

Julgar e Conhecer

É interessante que justamente uma pessoa desconhecida, o estrangeiro, seja a culpada. Porque mesmo que tivéssemos razão em condenar alguém, isto só é fácil se não a conhecemos. Se não calçamos seus sapatos e não sabemos onde que aperta. Se não sabemos “a dor e a delícia do ser o que é”.

A pessoa no lugar da pessoa

Não é suficiente você estar no meu lugar. “No seu lugar eu não agiria assim”. Evidente que não. Como disse um filósofo certa vez: “Você não me é”. Você não tem a minha história de vida. As coisas que para mim remetem a traumas, para você são super bem resolvidas. Você não poderia agir como eu a menos que você me fosse.

Conhecer

Somente quando estou a par da sua história é que eu posso entender. Não posso sê-lo mas posso compreendê-lo parcialmente. Melhor do que nada. Quando o conheço, sei que para você aquela situação é mais difícil do que para o resto, entendo porque você ficou exaltado. Eu ficaria tranquilo, mas você não. Fique claro: conhecê-lo não o justifica. Mas explica muita coisa.

_____________________________________

Agradecimentos especiais: Alê que sempre fala deste trecho da dor e a delícia do ser, Nat Gesualdi que foi quem nos iluminou com o pensamento que eu chamo de “A pessoa no lugar da pessoa”, Marcelinho que com o seu ápice filosófico também nos iluminou e o Homero, que foi de quem eu ouvi esta ilustração de calçar os sapatos.

4 comentários sobre “A Lição do Galo de Barcelos

  1. Adorei saber a história do galo de barcelos!
    “Vcs não me entendem pq vcs não me são”
    Concordo plenamente com o post… Mas na hora de falar das pessoas a gente geralmente não lembra…
    bjos!!

  2. Amei o post!
    Esse assunto é muito interessante. Aconselhar, dizer as coisas, julgar parece fácil, mas quando nos vemos na mesmo situação do ouvinte de nossos conselhos ou alvo de nossas críticas percebemos quão difícil é agir.
    Muito legal essa historia do galo de Barcelos, sempre ganho muito em cultura com vc.
    Beijos!

    “Cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é” isso é pura verdade!

  3. Vidigas, falava exatamente disso ontem à noite no tel com uma amiga. E é assim mesmo, cada um tem uma história de vida, cada um tem um motivo e uma reação. Também ouso repetir o filósofo “Vcs não me entendem pq vcs não me são”.

    Abs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *