2017

Para muitos, um ano que deve ser esquecido. Outros, porém, celebraram esse ano tão controverso.

Eu, o que posso dizer desse ano?

2017, seu danado…você será inesquecível. Chamar-te-ei professor. Daqueles implicantes, chatos, mas que nos ensinam como poucos.

Deixo por aqui muito suor, cabelos e lágrimas. Contudo, dancei na tempestade, sorri ao lado das minhas meninas. Claudinha, a guerreira de sempre, companheira de duras e deliciosas jornadas. Duda, um tiquinho de gente que nem sabe o que aconteceu…ela só queria brincar…e como brincamos!!! Que bom….tivemos tempo minha pequena.

O meu Deus me observava, e constantemente revelava-Se lembrando que tudo ficará bem e que o que realmente importa não é o que podemos tocar, ou guardar num cofre. Aprendi mais sobre o amor de Deus sendo pai.

Amor incondicional….mesmo quando seu filho escolhe não ir para seus braços, você ainda o ama do mesmo jeito, e deseja simplesmente que absolutamente nada de mal aconteça. Pai, perdoa-me por muitas vezes buscar outros caminhos. Por não desejar seus conselhos e desprezar sua vontade. Perdoa me porque não fui um bom filho.

As dificuldades nos acompanharam conta a conta. Meus pensamentos mudavam de acordo com o vento. Me decepcionei com muitas pessoas, entretanto encontrei apoio em outras tantas. Certamente decepcionei outras também….mas a vida é assim. Uma grande escola, onde o perdão é essencial e a humildade é o combustível para aprender a cada dia.

Saio fortalecido, mais maduro, mais humilde. Saio com a certeza de que aprendi muito…e que muito precisa ser restaurado.

É hora de fazer o balanço…refletir sobre nossas atitudes, sobre nossos objetivos, sobre nossos relacionamentos. É hora de colocar as cartas na mesa com sinceridade.

Desejo a todos um 2018 com menos promessas e mais metas realistas, com menos mimimi e mais planejamento e disposição.

Desejo a todos menos mandinga de ano novo e sim fé, coragem e força para realizar a mudança necessária.

Não existe ano novo, o que existe é vida nova, com Cristo e com novas atitudes.

Bem vindo 2018.

3 comentários sobre “2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *